23:09 18 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Central nuclear de Bushehr, no Irã.

    'Revisão do acordo com Irã será um sinal negativo para Pyongyang', diz deputado russo

    © AFP 2018 / BEHROUZ MEHRI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    550

    A Coreia do Norte pode considerar de forma negativa a decisão de revisar o acordo nuclear iraniano, porque terá uma impressão de o Ocidente não respeita seus compromissos. Quem afirma é o chefe do Comitê de Relações Exteriores do parlamento russo, Leonid Slutski.

    "A Rússia está categoricamente contra a reconsideração do acordo nuclear com o Irã […] isso servirá como um sinal negativo não somente para Teerã, mas também para a Coreia do Norte no que diz respeito ao cumprimento das obrigações por parte do Ocidente", afirmou o parlamentar da Duma (câmara baixa do parlamento russo). 

    Ele destacou que estas ações podem trazer consequências "catastróficas". Além disso, Slutski observou que a aprovação do novo acordo sobre o programa nuclear iraniano "será uma violação direta da resolução do Conselho de Segurança da ONU, minando os esforços de muitos anos nesse sentido para manter a estabilidade e a não-proliferação".

    Em sua opinião, as declarações do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre sua intenção de trabalhar em um novo pacto nuclear contradizem a posição da União Europeia anunciada anteriormente pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

    Anteriormente, após uma reunião com o presidente dos EUA, Donald Trump, Macron declarou estar disposto a trabalhar para desenvolver um novo acordo nuclear com o Irã.

    Mais:

    Irã adverte Trump: caso acordo nuclear seja descumprido, consequências serão graves
    Macron diz não ter 'plano B' para acordo nuclear com Irã
    Irã está pronto a voltar ao programa nuclear caso EUA abandonem acordo
    Quais serão as consequências do fim do acordo nuclear entre EUA e Irã? Analista explica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik