03:39 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Dois aviões T-50 voam durante o Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2017

    Ministro da Defesa russo confirma que caças Su-57 de 5ª geração estiveram na Síria

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11361

    O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, confirmou que os caça russos Su-57 estiveram na Síria, mas apenas por dois dias. Durante esse tempo eles passaram por testes, inclusive de combate.

    Anteriormente, a mídia informou, citando as redes sociais, sobre o suposto deslocamento de caças de 5ª geração Su-57 à base russa de Hmeymim, na Síria.

    "Fiquei surpreso que a presença dos aviões acabou sendo detectada. Eles de fato estiveram por lá, mas apenas por dois dias. Durante este período, os caças realizaram o programa de testes, incluindo os de combate. Houve dois caças, acompanhados por aviões-laboratórios, e aviões que observaram como funcionava seu equipamento", esclareceu o ministro.

    Segundo Shoigu, os Su-57 passaram por testes com sucesso e voltaram à base de origem há uma semana. O ministro também expressou a esperança que todos os testes sejam finalizados neste ano.

    Ao mesmo tempo, Shoigu descartou a autenticidade de várias fotos dos Su-57 na Síria nas redes sociais.

    "Não sei onde fizeram as fotos [dos Su-57] que foram publicadas, pois todos os aviões estiveram em abrigos a todo o tempo. Espero que este ano termine o ciclo inteiro de testes, surpreendendo mais uma vez nossos colegas", comentou.

    As notícias sobre a suposta chegada de caças russos de 5ª geração à Síria, provocou muitas discussões na mídia e redes sociais, causando uma série de teorias sobre possíveis razões da vinda dos aviões, desde promoção do equipamento militar até a contenção de caças norte-americanos.

    O Su-57(PAK FA — Complexo Aéreo Promissor da Aviação Tática) é um caça multifuncional russo de quinta geração. O avião deve substituir o Su-27. Está previsto que até 2020 os militares russos recebam 55 caças deste tipo. A primeira série de aeronaves Su-57 está prevista ser entregue em 2019.

    Mais:

    'Olho omnividente': qual é a nova poderosa arma do Su-57?
    Satélite israelense detecta Su-57 supostamente estacionados na Síria (FOTO)
    Tags:
    Su-57, Ministério da Defesa (Rússia), Sergei Shoigu, Oriente Médio, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik