09:51 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Avião da coalizão internacional liderada pelos EUA

    Pentágono disse que ataques aéreos contra tropas do governo sírio eram autodefesa

    © AFP 2017/ US NAVY / MC2 JACOB G. SISCO
    Oriente Médio e África
    URL curta
    27315

    O secretário da Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, declarou que os ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA contra as tropas do governo da Síria eram uma forma de autodefesa.

    "Esses ataques foram realizados com objetivo de autodefesa, o comando em terra está autorizado a adotar medidas necessárias e eu apoio isso", disse Mattis, durante audições do comitê de armamentos no senado norte-americano.

    A coalizão realizou pelo menos três ataques aéreos contra as tropas do governo da Síria na região de Al Tanf. Segundo declaração do representante oficial da coalizão, Ryan Dillon, os ataques aéreos destruíram um tanque e equipamentos de artilharia que "se aproximaram demais, de modo a representar uma ameaça para as forças aliadas da coalizão".

    Conforme o dito popular: a melhor defesa é o ataque.

    Telegram

    Siga Sputnik Brasil no Telegram. Todas as notícias mundiais do momento em um só canal. Não perca!

    Mais:

    Coalizão liderada pelos EUA volta a atacar Exército sírio
    Coalizão liderada pelos EUA atinge exército sírio
    Lavrov: Ataque da coalizão contra Exército sírio foi 'flagrante' violação do cessar-fogo
    Assad: Ataques da coalizão dos EUA contra exército sírio é agressão que serve ao Daesh
    Tags:
    Pentágono, James Mattis, Ryan Dillon, Al Tanf, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik