11:12 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    A emissora qatarense Al-Jazeera

    Ministro da Defesa israelense compara Al-Jazeera com 'propaganda nazista'

    © East News/ Polaris Images
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2545

    O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, comparou a emissora qatarense Al-Jazeera com a propaganda de estilo nazista, acusando o canal de apoiar o Irã – país possuidor de relações tensas com Israel e Estados árabes do golfo Pérsico em meio ao conflito diplomático ligado ao Qatar.

    Mais cedo neste mês, a Al-Jazeera foi bloqueada nos Emirados Árabes Unidos e seus escritórios fechados neste país e na Jordânia. A Arábia Saudita exigiu que o Qatar mudasse imediatamente a política e a administração do canal para que as emissões não contradigam os interesses dos países do golfo Pérsico e do mundo árabe.

    "Alguns interesses [dos países árabes] coincidem com os interesses israelenses, inclusive o caso da Al-Jazeera… Al-Jazeera não é mídia, nem jornalismo. É um instrumento de incitação. É uma propaganda, e das piores, no estilo da Alemanha Nazista ou União Soviética", disse Lieberman na segunda-feira (12) no âmbito da reunião do parlamento de Israel para as estratégias do país quanto à Faixa de gaza, citado pelo jornal israelense Times of Israel.

    Como as relações entre o Irã e os países árabes do mundo muçulmano, bem como com Israel, são muito tensas, o ministro israelense sublinhou que pelo visto a emissora está apoiando o Irã.

    "Tenho monitorando a Al-Jazeera há muitos anos… Você nunca verá nenhum único artigo contra o Irã", frisou Lieberman, citado pelo jornal.

    Na segunda-feira passada (5), os governos do Egito, Arábia Saudita, Bahrein e Emirados Árabes Unidos anunciaram o rompimento das relações diplomáticas e suspenderam as comunicações terrestres, marítimas e aéreas com o Qatar. Outras nações seguiram o exemplo, acusando Doha de apoiar organizações terroristas e de desestabilizar a situação no Oriente Médio.

    As relações entre Israel e o Irã têm permanecido tensas desde a Revolução Iraniana no fim dos anos 70. Os laços são prejudicados por vários assuntos, incluindo os programas nucleares e de mísseis de Teerã, acompanhados por afirmações contraditórias anti-israelenses dos altos funcionários iranianos, tais como do ex-premiê do Irã, Mahmoud Ahmadinejad.

    Mais:

    Defesa de Israel: acordo de paz com Palestina está 'mais perto do que nunca'
    Israel cogitou usar arma nuclear durante Guerra dos Seis Dias
    Qatar decide não expulsar moradores de países que romperam relações diplomáticas
    Tags:
    emissora, propaganda, Al-Jazeera, Qatar, Oriente Médio, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik