19:43 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    371
    Nos siga no

    O chefe do grupo terrorista Daesh na cidade síria de Al-Bab, Abu-Halid Urduni, foi eliminado durante uma operação da Força Aérea da Turquia no dia 3 de fevereiro, informou uma fonte militar à Sputnik.

    Nas últimas 24 horas, as forças turcas eliminaram 30 jihadistas e destruíram 39 alvos do Daesh em Al-Bab e Bzagah, entre eles – três postos de comando, um depósito de munições e dois veículos armadilhados. 

    "O assim chamado 'governador do Daesh', estava entre os 32 terroristas mortos em 3 de fevereiro na sequência de um ataque efetuado pela Força Aérea turca. Isso foi confirmado por conversas dos terroristas interceptadas via rádio", comunicou a fonte.

    Segundo uma mensagem interceptada antes da morte, Urduni foi felicitado pela nomeação pelo chefe do Daesh da cidade de Raqqa. Na mensagem também havia uma recomendação de achar e punir os traidores culpados das perdas em Al-Bab sofridas pelo Daesh durante a última semana.

    O Exército da Turquia começou a operação Escudo de Eufrates contra o Daesh em 24 de agosto de 2016, tendo libertado a cidade fronteiriça de Jarablus, no norte da Síria, com a participação da oposição síria. O principal objetivo da missão é eliminar os terroristas, que dominam uma área de cinco mil quilômetros quadrados, para criação de uma zona segura, que será usada também para instalação de refugiados.

    Mais:

    Turquia constrói 'grande muralha' na fronteira com Síria (VÍDEO)
    Rússia, Turquia e Irã acordam respeitar trilateralmente cessar-fogo na Síria
    Tags:
    ataque aéreo, depósito, conversa, intercepção, jihadistas, Força Aérea da Turquia, Daesh, Raqqa, Al-Bab, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar