10:53 25 Março 2019
Ouvir Rádio
    Militar russo com um fuzil de assalto

    'Sem análogos no mundo': especialista elogia nova arma das forças especiais russas

    © Sputnik / Anton Vergun
    Análise
    URL curta
    5240

    As forças especiais russas receberam os novíssimos fuzis de assalto ShAK-12 que a mídia norte-americana qualificou de "superarma". Nessa conexão, o especialista militar russo comentou as vantagens dessa arma ligeira de infantaria.

    Mais cedo, o representante do Escritório Central de Desenvolvimento e Pesquisa de Armas Esportivas e de Caça, Yuri Amelin, comunicou que o FSB (Serviço Federal de Segurança) e as forças especiais da Rússia receberam os novos fuzis de assalto que, no entanto, não serão produzidos em massa.

    Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista militar e coronel aposentado Aleksandr Zhilin revelou as capacidades inéditas da nova arma.

    "Já há muitos anos que todos os nossos [russos] armamentos ligeiros nacionais são os melhores no mundo em termos de segurança, facilidade de operação pelo pessoal, por isso o surgimento de um novo modelo provoca um tal interesse", declarou.

    Momento exato do lançamento de míssil interceptador russo (imagem referencial)
    © Foto : Ministério da Defesa da Federação da Rússia
    De acordo com ele, antes os engenheiros militares unificavam as armas ligeiras, ou seja, os mesmos tipos de armas eram usados tanto em combates de proximidade como nos de grande distância.

    No entanto, o especialista indica que hoje, quando "o nosso inimigo [da Rússia] adota novas armas, quando é preciso atacar de assalto os terroristas, entrar em combates de proximidade com eles, é necessário ter uma arma mais eficaz".

    "O ShAK-12 é aquilo que permitirá às nossas [russas] forças especiais — aos homens que combatem o terrorismo no interesse de todo o mundo — lutar com maior eficiência e menores perdas", ressaltou.

    Sem detalhar as caraterísticas de novo fuzil de assalto, Zhilin assegurou que o "FSB e as forças especiais russas receberam uma arma que não tem análogos no mundo".

    Para fazer balanço, o especialista militar confirmou que tal armamento não deveria ser produzido em massa — ele só deve equipar aqueles que são profissionais no combate ao terrorismo.

    Na semana passada, a revista The National Interest revelou que as forças especiais da Rússia receberam um novíssimo fuzil de assalto pesado de calibre 12,7 mm. Destaca-se que a arma foi desenvolvida por encomenda do FSB e possui um poder de fogo impressionante. Ao avaliar as capacidades do novo fuzil, o jornal qualificou-o de "superarma".

    O ShAK-12 é um modelo moderno de arma de assalto de alta eficiência. Foi desenvolvido para ser usado pelas forças especiais em combates de proximidade. Seu objetivo principal é a destruição rápida e eficaz de um adversário, mesmo que ele use colete à prova de balas ou tenha outra proteção.

    Mais:

    'Desastre completo': NI comenta criação de um exército europeu
    NI: Rússia pode ter encontrado nova maneira de destruir 'grandes canhões' inimigos
    2 em 1: NI revela caraterísticas inéditas do novíssimo sistema antissubmarino russo
    'Resistentes e mortíferos': NI indica 5 vantagens ocultas dos tanques russos
    Tags:
    combate ao terrorismo, forças especiais, arma, fuzil de assalto, The National Interest, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar