14:08 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Febre amarela

    Surto de febre amarela obriga Minas Gerais a decretar emergência em 152 municípios

    © AFP 2017/ Joedson Alves
    Notícias
    URL curta
    110

    Número corresponde a quase 20% de todos os municípios do estado; 30 pessoas já morreram em decorrência da doença só em 2017.

    O surto de febre amarela em Minas Gerais levou o governador Fernando Pimentel (PT) a decretar estado de emergência em 152 municípios mineiros, quase 20% de todo o estado. 

    O decreto é uma medida de contenção e dispensa a necessidade de licitação para compra de medicamentos e contratação de profissionais ao longo de 180 dias. Uma sala de emergência foi criada pelo governador para monitorar o surto, que já matou pelo menos 30 pessoas só este ano.

    O grupo é composto pelo Gabinete Militar e pelas secretarias de saúde, agricultura e Meio Ambiente. Cidades-pólo do estado com Governador Valadares e Teófilo Otoni estão entre as afetadas pelo surto e cobertas pelo decreto.

    Crise

    A forte crise financeira pode complicar a vida do cidadão mineiro, já que o orçamento da saúde e da medicina familiar encolheu desde o decreto de calamidade pública no estado, no final de 2016. O Governo de Minas Gerais diz que está investigando os casos de morte e prestando assistência aos cidadãos.

    Tags:
    Governo de Minas Gerais, PT, Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Secretaria de Estado de Agricultura, Secretaria de Estado de Saúde, Gabinete Militar de Minas Gerais, Fernando Pimentel, Teófilo Otoni, Governador Valadares, Minas Gerais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik