03:03 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Fernando Pimentel

    Mais um? Minas Gerais decreta calamidade financeira

    © Foto: Antônio Cruz/ABr
    Brasil
    URL curta
    2261

    Depois de Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, é a vez dos mineiros declararem não haver dinheiro para cumprir com as obrigações do estado.

    Depois de Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, agora é o estado de Minas Gerais que decreta calamidade financeira. O governador, Fernando Pimentel (PT) enviou nesta tarde, um decreto à Assembleia Legislativa pedido o reconhecimento de calamidade financeira do Estado.

    Pimentel alega que as "circunstâncias financeiras críticas e excepcionais colocam em risco a capacidade do Estado prover a manutenção dos serviços públicos essenciais à sociedade". O apreciado pela Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia. Se aprovado, vai para votação em turno único no plenário.

    A explicação para o rombo é a queda de receitas, motivada pela crise econômica. Nos últimos dez anos a receita do Estado cresceu 137,5%, enquanto a despesa com pessoal aumentou 252,98%. O déficit acumulado em 2016 já supera a casa dos R$9 bi.

    Pimentel comunicou ontem ao presidente Michel Temer, a situação do estado. Se aprovado decreto, o estado pode descumprir o limite de gastos previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

    Mais:

    Governadores temem perdas para os Estados com reforma do ICMS
    Tags:
    Lei de Responsabilidade Fiscal, Fernando Pimentel, Michel Temer, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik