23:45 14 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 42
    Nos siga no

    Devido à propagação da pandemia de COVID-19, a Índia tem estado sob confinamento desde março. O país registra mais de 174.000 casos positivos segundo o Instituto Johns Hopkins.

    Nesta sexta-feira (29) na cidade indiana de Meerut, um funcionário de laboratório que transportava amostras de sangue de pacientes suspeitos de estarem infetados pelo coronavírus foi atacado por um bando de macacos, que arrancaram os testes das suas mãos e fugiram.

    O técnico do laboratório levava amostras de três pessoas para a Faculdade de Medicina de Meerut, no estado de Uttar Pradesh.

    O vídeo mostra os animais montados em uma árvore mastigando os testes recém-coletados. O incidente gerou pânico entre a população local, que receia que a COVID-19 possa ser transmitida pelos macacos se eles levarem as amostras para zonas residenciais próximas, escreve agência Reuters.

    ​Um macaco na cidade indiana de Meerut roubou amostras de sangue de pacientes suspeitos de terem COVID-19 a um técnico de laboratório. O funcionário agora irá enfrentar um inquérito por ter decidido filmar o incidente ao invés de recuperar as amostras.

    Estes mamíferos não possuem imunidade ao novo coronavírus, algumas pessoas especulam que existe risco de transmissão da infecção de seres humanos para eles, o que potenciaria uma ainda maior propagação da doença.

    Mais:

    Novo coronavírus e HIV agem da mesma forma para driblar as defesas humanas, aponta estudo chinês
    Cientistas encontram vestígios do novo coronavírus em resíduos do esgoto em Portugal
    China descarta versão de origem de coronavírus no mercado de Wuhan
    Tags:
    pacientes, amostras, COVID-19, Índia, novo coronavírus, macacos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar