08:48 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)
    3251
    Nos siga no

    Os cientistas afirmam que o coronavírus pode entrar no corpo através dos olhos depois de descobrirem que estes contêm uma proteína usada pelo vírus para se ligar às células.

    O SARS-CoV-2 usa as enzimas conversoras de angiotensina 2 (ECA 2) como "porta de entrada" para as células do corpo.

    Olhos como 'porta de entrada'

    Estes receptores são encontrados no trato respiratório e nos pulmões, que é onde o vírus primeiro se infiltra nas células, assim como em outros órgãos.

    Em um estudo publicado em 9 de maio no portal científico MedRxiv, da autoria de uma equipe liderada por Lingli Zhou, do Departamento de Oftalmologia da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins, os cientistas descobriram que os olhos também produzem ECA-2 , tornando-os uma possível "porta de entrada" do vírus.

    Tal significa que, se gotículas de um espirro ou tosse de uma pessoa infectada atingirem a superfície do olho, o vírus poderia começar a se infiltrar nas células imediatamente por ali.

    Isso pode explicar por que cerca de 30% dos pacientes sofrem de conjuntivite - uma inflamação do olho que faz com que ele fique vermelho e infectado.

    Não só o vírus poderia entrar no corpo através dos olhos, como as lágrimas podem servir de propagação da infecção, refere o estudo.

    Enzimas como gazuas

    Os cientistas analisaram a ECA-2 em dez olhos humanos post-mortem de pessoas que não haviam morrido de COVID-19, bem como procuraram por uma enzima, a TMPRSS2, que ajuda a entrada viral após a ligação da proteína do espigão viral à ECA-2.

    A ECA-2 e a TMPRSS2 devem estar ambas presentes na mesma célula para que o vírus se reproduza efetivamente.

    Todas as amostras oculares tinham ECA-2 no tecido que reveste o interior das pálpebras, chamado conjuntiva, na camada externa clara do olho, chamada córnea e no limbo, que é a fronteira entre a córnea e o branco do olho. A TMPRSS2 também foi detectada.

    "Juntos, estes resultados indicam que as células oculares de superfície, incluindo a conjuntiva, são suscetíveis à infecção pelo SARS-CoV-2, e poderiam, portanto, servir como portal de entrada, bem como ser um reservatório para transmissão deste vírus de pessoa a pessoa ", escreve-se no estudo.

    Assim, pode ocorrer uma entrada direta do vírus no organismo através das células oculares.

    Os cientista realçaram a importância das práticas de segurança incluindo máscaras faciais e precauções de contato ocular na prevenção da disseminação do novo coronavírus SARS-CoV-2 que causa a doença COVID-19.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)

    Mais:

    Número de casos de COVID-19 passa de 4 milhões no mundo
    Brasil tem 730 novas mortes e passa de 10 mil óbitos por COVID-19
    Medo de 2ª onda do coronavírus faz Seul fechar bares e clubes noturnos
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar