17:13 20 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Presidente boliviano, Evo Morales

    Evo Morales: Trump tem 'obsessão golpista' com Venezuela

    © REUTERS / Enzo De Luca/Courtesy of Bolivian Presidency
    Mundo
    URL curta
    461

    O presidente da Bolívia, Evo Morales, criticou nesta terça-feira (20) as novas sanções e medidas econômicas aplicadas pelo governo dos EUA contra a Venezuela.

    "Não contente em levantar muros do racismo, Trump insiste em sua obsessão golpista contra o povo irmão venezuelano, sanciona suas autoridades e anuncia uma barreira comercial de sabotagem contra a criptomoeda; o imperialismo falhará mais uma vez com seu intervencionismo", publico Morales em sua conta do Twitter.

    O departamento de Controle de Recursos Estrangeiros do Tesouro dos EUA anunciou na última segunda-feira (19) a aplicação de sanções contra quatro funcionários e ex-funcionários do governo venezuelano.

    De acordo com o texto, as sanções fazem parte do "esforço do Departamento do Tesouro para destacar a má gestão econômica e a corrupção endêmica que foram as características distintivas do regime" do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

    Em 20 de fevereiro de 2018, Caracas começou a pré-venda da nova criptomoeda, o petro, lastreada por mais de cinco bilhões de barris de petróleo. Entretanto, em janeiro, Washington advertiu que os cidadãos dos EUA que investirem nessa criptomoeda serão perseguidos pela justiça por causa das sanções impostas contra Caracas.

    Mais:

    Venezuela acusa EUA de violação do seu espaço aéreo
    Ativistas criticam sanções impostas por EUA e Canadá contra Venezuela
    Venezuela sofreu 105 ataques diretos dos EUA nos últimos 55 dias, diz chanceler
    Venezuela lança moeda virtual garantida por petróleo em meio a sanções dos EUA
    Tags:
    golpe, sanções, sanções econômicas, Nicolás Maduro, Evo Morales, Venezuela, Bolívia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik