01:23 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Logo da nova moeda virtual venezuelana, petro, apresentado no Ministério da Juventude e Esporte, 23 de fevereiro de 2018

    Trump prepara sanções contra criptomoeda venezuelana

    © REUTERS / Marco Bello
    Economia
    URL curta
    As criptomoedas de Nicolás Maduro (20)
    12317

    O presidente dos EUA, Donald Trump, aplicará novas medidas contra Venezuela e restringirá transações financeiras com a criptomoeda venezuelana petro.

    As medidas restritivas contra o petro fariam parte de um novo pacote de sanções contra a Venezuela, embora a publicação sublinhe que a República Bolivariana lançou "sua versão do bitcoin" para escapar das sanções norte-americanas, informou o portal McClatchy, citando fontes familiarizadas com os planos da administração norte-americana.

    Em 20 de fevereiro de 2018, Caracas começou a pré-venda da nova criptomoeda, o petro, lastreada por mais de cinco bilhões de barris de petróleo. Entretanto, em janeiro, Washington advertiu que os cidadãos dos EUA que investirem nessa criptomoeda serão perseguidos pela justiça por causa das sanções impostas contra Caracas.

    O vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, disse, por sua vez, que o objetivo real do "ataque" dos EUA contra o petro é apoderar-se dos recursos energéticos venezuelanos.

    Vários economistas opinam que o petro representa um golpe duro para os domínios econômico e financeiro dos EUA. Com a nova criptomoeda venezuelana é possível realizar transações diretas sem passar pelas instituições financeiras controladas pelos EUA.

    Tema:
    As criptomoedas de Nicolás Maduro (20)

    Mais:

    Maduro é candidato oficial à presidência da Venezuela
    Tags:
    criptomoedas, petróleo, petro, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik