02:19 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Monumento às tropas soviéticas em Varsóvia

    Mídia: Moscou está preparando medidas de retaliação à demolição de monumentos na Polônia

    © AP Photo / Czarek Sokolowski
    Mundo
    URL curta
    31182

    A Rússia tomará medidas de resposta em relação à decisão das autoridades polonesas de demolir os monumentos aos soldados soviéticos, medidas que poderão ser de caráter simétrico, escreve o jornal Izvestia, citando um comunicado do Departamento de Informação e Imprensa da chancelaria russa.

    Bandeira de Polônia
    © REUTERS / Agencja Gazeta/Grzegorz Celejewski
    Em meados de julho, o presidente da Polônia, Andrzej Duda, assinou a nova lei contra a propaganda comunista, que prevê a demolição dos monumentos soviéticos no país. A lei entrará em vigor três meses após a assinatura e levará ao desmantelamento de cerca de 230 monumentos.

    "As autoridades polonesas devem compreender que suas ações hostis quanto aos monumentos terão consequências. Em relação à parte polonesa serão tomadas medidas adequadas, provavelmente de caráter assimétrico", refere o comunicado do ministério, citado pelo jornal.

    Segundo o periódico, que cita fontes diplomáticas russas, estão sendo discutidas várias possíveis medidas de resposta. Uma das mais prováveis é a introdução de sanções contra os políticos poloneses autores do projeto, assim como a diminuição significativa das relações econômicas entre os dois países, indicou o interlocutor do jornal.

    Como informa o Izvestia, entre outras medidas consideradas estão "medidas econômicas e ações ativas em diferentes organizações internacionais com vista a atrair a atenção a este problema".

    Na semana passada, a Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo) apelou aos parlamentares europeus para que se oponham à destruição ou profanação dos monumentos aos soldados que libertaram a Europa do nazismo e que se unam para prevenir o ressurgimento do fascismo. Os senadores russos, por sua vez, propuseram impor sanções contra a Polônia após sua decisão.

    De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, o presidente russo, Vladimir Putin ainda não comentou a proposta da câmara alta do parlamento.

    Mais:

    Polônia acusa Rússia de falsificar história da Segunda Guerra Mundial
    Caça ao tesouro: Polônia volta a buscar 'trem de ouro' nazista
    Tags:
    divergências, relações bilaterais, Conselho da Federação Russa, Duma de Estado, Andrzej Duda, Polônia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik