00:31 26 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Donald Trump e Barack Obama antes da cerimônia

    Obama apoia protestos contra decreto de Trump

    © REUTERS / Carlos Barria
    Mundo
    URL curta
    25315

    Em primeiras declarações após sair da presidência dos EUA, Obama critica discriminação da atual administração baseada em religião.

    O ex-presidente dos EUA, Barack Obama, manifestou apoio aos protestos contra o seu sucessor Donald Trump. Segundo ele, "estão em jogo os valores americanos", referindo-se a "diferenças fundamentais" com o novo presidente em seu decreto contra a imigração.

    "O presidente Obama está satisfeito com o nível de participação da sociedade em todo o país… Os cidadãos que exercem o seu direito constitucional de se juntar, se organizar para assegurar que os políticos eleitos ouçam a sua voz — é exatamente o que ele [Obama] espera deles quando estão em jogo os valores americanos", disse em comunicado um representante de Obama, citado pela publicação da revista Politico.

    "Com relação às comparações com as decisões do presidente Obama sobre política externa, então, como vocês já escutaram, o presidente [Obama] fundamentalmente não concorda com a proposta no sentido de discriminar pessoas por causa de sua fé ou religião", disse o representante de Obama.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou, na sexta-feira, um decreto que suspende por 120 dias o acolhimento de refugiados no país, vetando por período indeterminado o acesso de refugiados da Síria. Além disso, o decreto torna mais rígido o procedimento para obtenção de visto e suspende por 90 dias a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana: Iraque, Irã, Síria, Sudão, Iêmen, Líbia e Somália.

    Mais:

    Procurador-geral pede a revogação do decreto antiterrorista de Trump
    Jogo de 7 erros: Bild comparou as fotos de Trump conversando com Putin e com Merkel
    Trump anuncia volta da concessão de vistos a países banidos em 90 dias
    Chefe de Política Externa da UE a Trump: 'Vamos celebrar cada muro derrubado'
    Tags:
    decreto, protestos, imigração, Politico, Donald Trump, Barack Obama, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik