09:49 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Aleppo, Síria

    Sérvia nega interesses políticos em envio de ajuda à Síria

    © AFP 2019 / GEORGE OURFALIAN
    Mundo
    URL curta
    6122
    Nos siga no

    A Sérvia negou nesta sexta-feira (21) que a sua decisão de enviar ajuda humanitária para a Síria, com a assistência da Rússia, represente algum indício de tomada de partido no conflito ao lado de Moscou ou Damasco.

    O ministro do Trabalho sérvio, Aleksandar Vulin, disse que "questões humanitárias são muitas vezes vistas como se outras intenções e motivos estivessem por trás delas", mas que a "ajuda é para o povo de Aleppo”, segundo citação da AP.

    “Eu não sei se eles apoiam [o presidente sírio, Bashar] Assad ou não, mas nós sabemos que eles precisam de ajuda", acrescentou o ministro.

    A Sérvia está buscando sua adesão à União Europeia, mas continua mantendo relações estreitas com sua tradicional aliada eslava, a Rússia.

    Um avião russo decolou na quinta-feira (20) com um carregamento humanitário de alimentos, remédios e roupas da Sérvia para a Síria. Alguns analistas observaram que a medida poderia complicar a posição da Sérvia na União Europeia, em meio às tensas relações do Ocidente com Moscou no que diz respeito à situação na Síria. 

    Mais:

    Embaixador: Pausa humanitária em Aleppo é uma chance para separar oposição dos terroristas
    ONU aprova resolução do Reino Unido sobre Aleppo
    Mais de 1.200 terroristas, inclusive homens-bomba, preparam-se para atacar Aleppo
    Rússia prorroga pausa humanitária em Aleppo por mais 24 horas
    Tags:
    conflito, guerra, política, ajuda humanitária, Bashar Assad, Rússia, União Europeia, Sérvia, Síria, Aleppo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar