08:11 18 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Sérvia e UE – uma novela sem fim

    Charges
    URL curta
    0 113

    Faz anos que a Sérvia aspira aderir à União Europeia, mas recentes cálculos econômicos mostram que esse processo poderá levar bem mais tempo do que o esperado…

    CHARGE - Sérvia vai se juntar à UE!

    De acordo com um relatório “Convergência entre os Estados dos Bálcãs Ocidentais”, publicado pelos economistas sérvios Drago Pupavac e Danica Drakulic, a Sérvia, mediante um crescimento anual do PIB de 2%, levará 133 anos para o nível atual da União Europeia.

    Mais:

    Sérvia alcançará União Europeia só daqui a 100 anos?
    Exclusivo: Sérvia, quando está mal, sempre recorre à Rússia
    Exclusivo: Europa é um mal necessário, diz o presidente da Sérvia
    Tags:
    novela, economia, relatório, adesão, União Europeia, Sérvia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Trocando dados por grana
      Last update: 13:20 17.04.2019
      13:20 17.04.2019

      Trocando dados por grana

      O Facebook utilizou dados de usuários a fim de lidar com concorrentes e ajudar parceiros, comunicou o canal NBC News, citando documentos aos quais obteve acesso.

    • Preparo para missão importante na Marinha britânica
      Last update: 10:47 15.04.2019
      10:47 15.04.2019

      Preparo para missão importante na Marinha britânica

      Sete marinheiros da Marinha Britânica foram desembarcados de submarino nuclear após terem testes de uso de drogas positivos durante o serviço.

    • Fingindo que não está nem aí
      Last update: 13:07 12.04.2019
      13:07 12.04.2019

      Fingindo que não está nem aí

      O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que ele não sabe nada sobre o WikiLeaks nem sobre a prisão de Julian Assange.

    • Na mira dos EUA pelo prisma da ONU
      Last update: 13:06 11.04.2019
      13:06 11.04.2019

      Na mira dos EUA pelo prisma da ONU

      O secretário de Estado dos EUA, Mike Pence, apelou pra que a ONU reconhecesse o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó "como o legítimo presidente da Venezuela".