17:02 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Rebeldes do Primeiro Batalhão sob o grupo de oposição Exército Livre da Síria participam de treinamento militar em 10 de junho de 2015, nos arredores de Aleppo.

    Oposição síria propõe negociações à Rússia

    © AFP 2019 / BARAA AL-HALABI
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    27628
    Nos siga no

    Os representantes do Exército Livre da Síria propuseram à Rússia negociar no Cairo sobre a cooperação para resolver a situação na Síria.

    “Como eu já disse depois de me encontrar com o senhor Bogdanov [chefe adjunto do Ministério russo das Relações Exteriores] em Paris, o Exército Livre da Síria está disposto a dialogar com a Rússia. Precisamos de organizar mais um encontro e discutir as nossas ações conjuntas… A decisão conjunta sobre o tipo de apoio que o Exército Livre da Síria poderá dar à Rússia poderá ser tomada no decorrer das negociações”, disse Fahad al-Masri, um dos fundadores do Exército Livre da Síria à Ria Novosti.

    O grupo opositor, conforme disse Fahad al-Masri, está disposto a enviar uma delegação de representantes de alto nível.

    “Propusemos a realizar um encontro no Egito, no Cairo, mas não recebemos nenhuma resposta. Não sugerimos alguma data concreta mas afirmamos a nossa prontidão de nos encontrarmos. Acho que é dos interesses da Rússia, do Exército Livre da Síria e do povo sírio realizar este encontro o mais brevemente possível”, disse o opositor sírio.

    Antes, o chanceler russo Sergei Lavrov havia dito que a Rússia não considera o Exército Livre da Síria oposicionista como um agrupamento terrorista. Ele precisou que Moscou considera terroristas somente “os grupos que foram reconhecidos como tal pelo Conselho de Segurança da ONU e Federação da Rússia”. 

    Além disso, o Ministério das Relações Exteriores russo disse que Moscou estava disposta a estabelecer contatos com o Exército Livre da Síria e pediu a Washington para lhe fornecer os dados sobre o grupo.

    Ao mesmo tempo, o porta-voz deste grupo armado, Ahmad Saoud, disse que não está pronto para aceitar a proposta russa de juntar as forças para combater o Estado Islâmico. Ele explicou a decisão pelo fato de que os aviões russos alegadamente bombardeiam em massa as posições da oposição armada. 

    "A Rússia está bombardeando o Exército Livre da Síria e agora quer cooperar conosco, enquanto permanece comprometida com Assad? Nós não entendemos a Rússia", afirmou Ahmad Saoud citado pelo jornal árabe Annahar.

    O Exército Livre da Síria já afirmou várias vezes que os ataques da Rússia atingem outros grupos que não o Estado Islâmico, mas não deu quaisquer provas de tais afirmações.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)

    Mais:

    Exército sírio avança enquanto Rússia assusta o EI: Retrospectiva da semana
    Lavrov dá coletiva depois de encontro com Kerry
    Kremlin nega mortes civis em operação na Síria
    Tags:
    negociações, oposição, Guerra Civil Síria, Exército Livre da Síria, Sergei Lavrov, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar