20:58 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 271
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais importantes desta terça-feira (24), marcada pela permissão de Trump para que Biden inicie transição, pelo alerta de segunda onda de COVID-19 no Brasil e lançamento bem-sucedido de missão robótica chinesa rumo à Lua.

    2ª onda de COVID-19 no Brasil?

    Pesquisadores de diversas universidades federais brasileiras divulgaram nota técnica, indicando que o Brasil vive o "início de uma segunda onda de COVID-19". Eles apontam a alta na taxa de transmissão do vírus, as baixas taxas de isolamento social e aumento de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) como indicadores do começo da segunda onda. Na segunda-feira (23), o país registrou mais 344 mortes e 17.585 novos casos de COVID-19, totalizando 169.541 óbitos e 6.088.004 diagnósticos da doença. 

    Auxílio emergencial acaba no fim do ano, diz Paulo Guedes

    Na segunda-feira (23), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo federal tem a intenção de terminar os repasses do auxílio emergencial no fim deste ano. "Os fatos são que a doença cedeu bastante e a economia voltou com muita força. Então, do ponto de vista do governo, não existe a prorrogação do auxílio emergencial", disse o ministro em videoconferência promovida por plataformas de investimento. Reconhecendo que há pressão política para a extensão dos repasses, Guedes afirmou que, se o auxílio fosse de R$ 200, poderia ter durado mais.

    Batalhão de choque em formação durante protestos contra o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, em Porto Alegre, Brasil, 23 de novembro de 2020
    © REUTERS / Diego Vara
    Batalhão de choque em formação durante protestos contra o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, em Porto Alegre, Brasil, 23 de novembro de 2020

    Administração Trump dá luz verde para transição a Biden

    Na segunda-feira (23), a administração Trump autorizou o início da transição para a equipe do provável vencedor das eleições norte-americanas, Joe Biden. Apesar do gesto, Trump não reconheceu a derrota, e deve continuar contestando os resultados eleitorais na justiça norte-americana. A decisão veio após Michigan reconhecer oficialmente a vitória do candidato democrata no estado. Joe Biden, por sua vez, segue divulgando novos nomes para seu gabinete presidencial, que deve incluir Jannet Yellen como a primeira mulher a presidir o Banco Central norte-americano.

    Presidente dos EUA, Donald Trump, gesticula para apoiadores ao deixar campo de golfe em Sterling, Virginia, EUA, 22 de novembro de 2020
    © REUTERS / Hannah McKay
    Presidente dos EUA, Donald Trump, gesticula para apoiadores ao deixar campo de golfe em Sterling, Virginia, EUA, 22 de novembro de 2020

    Nova York reabre hospital de campanha para COVID-19

    Hospital de campanha localizado na região sul de Nova York deve ser reaberto para lidar com nova alta de casos de COVID-19 na metrópole, informou o canal norte-americano NBC. A chegada do feriado do Dia de Ação de Graças nos EUA deve piorar a já grave situação epidemiológica do país: cerca de um milhão de passageiros deve realizar viagens interestatais, o maior número desde março deste ano, reportou a agência Reuters. Os EUA são o país mais atingido mundialmente pela COVID-19, com mais de 257 mil mortes e 12 milhões de casos da doença, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, EUA.

    Cadáveres de vítimas da COVID-19 estocados em caminhões frigoríficos na cidade de El Paso, Texas, EUA, 23 de novembro de 2020
    © REUTERS / Ivan Pierre Aguirre
    Cadáveres de vítimas da COVID-19 estocados em caminhões frigoríficos na cidade de El Paso, Texas, EUA, 23 de novembro de 2020

    Forças de Tigré dizem ter 'destruído completamente' divisão mecanizada do exército etíope

    Nesta terça-feira (24), as forças rebeldes da Frente Popular para a Libertação de Tigré (FPLT) anunciaram terem "destruído completamente" a 21ª divisão mecanizada do exército etíope. Anteriormente, a Etiópia anunciou ter cercado a capital do estado Tigré, Mekelle, e emitiu ultimato, exigindo a rendição das forças inimigas até quarta-feira (25). Em resposta, o líder tigré afirmou que seu povo estava "pronto para morrer" defendendo a sua terra. O conflito entre as Forças Armadas da Etiópia e a FPLT já gerou deslocamento de mais de 45 mil de pessoas rumo ao Sudão, informou o chefe da agência sudanesa para refugiados, Alsir Khaled, à Sputnik.

    Jovem deixa a região de Tigré, cruzando o rio Setit, rumo ao Sudão, nas proximidades da vila de Hamdayet, Sudão, 22 de novembro de 2020
    © REUTERS / Mohamed Nureldin Abdallah
    Jovem deixa a região de Tigré, cruzando o rio Setit, rumo ao Sudão, nas proximidades da vila de Hamdayet, Sudão, 22 de novembro de 2020

    China lança nave robótica para Lua com sucesso

    Nesta terça-feira (24), a China lançou com sucesso a espaçonave robótica Chang'e 5, a partir do centro de lançamento de Wenchang, na ilha chinesa de Hainan. A missão tem o objetivo de coletar amostras de solo lunar. Para o vice-diretor do programa de Exploração Lunar da Administração Espacial Nacional da China, Pei Zhaoyu, a missão permite que Pequim atinja suas metas nos setores de engenharia e pesquisa, mas sempre aderindo aos "objetivos de desenvolvimento pacífico". Se for bem-sucedida, a missão Chang'e 5 será a primeira a coletar amostras da Lua desde a missão robótica conduzida pela União Soviética em 1976.

    Mais:

    Nove soldados australianos se suicidaram em meio à divulgação de 'dossiê afegão', diz mídia
    Espionagem: Marinha brasileira usou criptografia de empresa controlada pela CIA, diz jornal
    Gaúchos protestam pelo 4º dia seguido contra morte de João Alberto em Porto Alegre (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    missão espacial, Lua, China, Joe Biden, Donald Trump, auxílio, pandemia, COVID-19, Brasil, Etiópia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar