04:11 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    • Jornalista local com foto do radiojornalista mexicano Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Familiares, amigos e jornalistas ao lado do caixão de Jacinto Romero Flores durante a missa, em Ixtaczoquitlán, no estado de Veracruz, México, 19 de agosto de 2021
    • Jornalistas com placas onde está escrito em espanhol Justiça para Jacinto e Nem um a menos. Justiça para Jacinto durante os protestos após a morte de Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Mulher chorando sobre o caixão do radiojornalista Jacinto Romero Flores, em Ixtaczoquitlán, no estado de Veracruz, México, 19 de agosto de 2021
    • Cruz improvisada e uma vela no local do crime, onde um indivíduo não identificado matou o radiojornalista Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Manifestantes contra o homicídio do jornalista da rádio Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Manifestante contra o homicídio de Jacinto Romero Flores acende uma vela, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Manifestantes exigem justiça para o homicídio do jornalista de rádio Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Amigos do radiojornalista Jacinto Romero Flores protestam por justiça, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    • Manifestantes com placas exigindo justiça para o homicídio do jornalista da rádio Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021
    © REUTERS / Yahir Ceballos
    Jornalista local com foto do radiojornalista mexicano Jacinto Romero Flores, em Orizaba, México, 19 de agosto 2021.

    O jornalista de rádio mexicano Jacinto Romero Flores foi assassinado nesta quarta-feira (19) no município de Ixtaczoquitlán, no estado de Veracruz.

    O radiojornalista foi assassinado a tiros quando dirigia seu carro. O filho dele, Germán Romero, informou que ele se desviou de seu caminho habitual para "ajudar uma pessoa". Germán afirmou que Jacinto já tinha recebido e denunciado ameaças contra ele por seu trabalho jornalístico.

    Várias mídias relataram que o radiojornalista começou a receber ameaças no WhatsApp após a publicação de matérias sobre abusos de poder pela polícia no município de Texhuacán, no sul de Veracruz, e conflitos envolvendo familiares de funcionários municipais.

    Desde 2000 até agora foram mortos 141 jornalistas por causa de seu trabalho no México, de acordo com a organização de direitos humanos Artículo 19.

    Mais:

    Brasil enviará missão humanitária e remédios ao Haiti após terremoto que matou mais de 2 mil pessoas
    Explosão deixa pelo menos 3 mortos e 50 feridos em procissão muçulmana no Paquistão, reporta mídia
    Misteriosa morte de peixes coloca mar Menor em alerta na Espanha (FOTOS)
    'Todos partidos políticos têm culpa pelos incêndios florestais em Portugal', diz professor à Sputnik
    Tags:
    México, morte, jornalista, protesto, manifestação, missa, abuso de poder, investigação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais fotos