07:10 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    478
    Nos siga no

    As tensões seguem se elevando em torno do aeroporto de Cabul, com multidões de civis desesperados para fugirem do país enquanto os soldados americanos supervisam uma evacuação às pressas, depois de os talibãs tomarem a capital afegã.

    Milhares de afegãos permanecem em torno do aeroporto com a esperança de fugir. Vídeos publicados nas redes sociais mostram os talibãs (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) disparando para o alto, lançando granadas de atordoamento e de fumaça para dispersar as multidões.

    ​Militantes do talibã próximo do portão norte do Aeroporto de Cabul, Afeganistão, dispararam e usaram granadas de atordoamento e fumaça contra multidões que tentavam fugir do país. Isso contradiz a recente declaração do Comando Central dos EUA de que os talibãs estão permitindo passagem segura e sem obstáculos.

    De acordo com informações, a área do aeroporto vigiada pelo Exército dos EUA parecia algo mais ordenada e os voos de evacuação estavam aumentando, porém do outro lado, controlado pelos insurgentes, a situação era caótica.

    Nas imagens é possível escutar os gritos e disparos de armas de fogo. Um talibã afirmou à Reuters que os disparos foram realizados para o alto para dispersar as pessoas, e assegurou que seus companheiros "não têm a intenção de ferir ninguém".

    ​Situação fora do Aeroporto de Cabul, Afeganistão, está escalando agora. Granadas de atordoamento e fumaça estão sendo usadas, embora não se saiba por quem.

    Outras cenas do aeroporto e de outras áreas onde se encontram os soldados americanos mostram os afegãos angustiados, suplicando por ajuda através de muros de arame farpado.

    Algumas cenas captadas fora da pista de pouso e decolagem mostravam afegãos, que supostamente tentavam entregar seus filhos por cima do muro, em um último esforço para tirá-los do país.

    ​Situação no portão norte do Aeroporto de Cabul, Afeganistão, às 11h37 p.m [16h07 de Brasília]. locais. Esta é a entrada para a área protegida pelas tropas dos EUA.

    Anteriormente, o Pentágono confirmou que as tropas americanas encarregadas de supervisar a evacuação no aeroporto de Cabul tiveram que realizar disparos para conter a multidão.

    Mais:

    Afeganistão: uma caixa de surpresa de US$ 1 trilhão
    Após Iugoslávia e Líbia não devia haver outras expectativas sobre EUA no Afeganistão, diz MRE russo
    Senador dos EUA insta a que se investiguem ações de Biden no Afeganistão
    Tags:
    Afeganistão, Talibã, aeroporto, Cabul, disparos, mortes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar