09:14 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    592
    Nos siga no

    Segundo informa o Comitê Investigativo de Belarus, várias mensagens foram enviadas de e-mail suíço referentes a uma bomba dentro do avião da companhia Ryanair.

    Contudo, o Departamento Federal de Assuntos Estrangeiros da Suíça, por sua vez, afirmou que não tinha conhecimento de qualquer ameaça de bomba.

    "Já foi estabelecido, e estamos prestando especial atenção, que várias mensagens sobre uma bomba na aeronave foram recebidas via e-mail anônimo da Suíça, fornecido pelo ProtonMail – às 12h25 e às 12h56 [06h25 e 06h56, no horário de Brasília]. No momento, os registros das negociações com os pilotos do avião estão sendo estudados e analisados detalhadamente, e inúmeras outras ações de investigação estão em andamento", informou o comitê belarusso à Sputnik.

    Na segunda-feira (24), um avião da companhia aérea britânica Ryanair, com destino à capital da Lituânia, Vilnius, teve sua rota desviada para Minsk, em Belarus.

    A bordo estava Roman Protasevich, fundador do Nexta, canal do aplicativo de mensagens Telegram, considerado extremista em Belarus. Ele foi detido após ter seus documentos verificados na capital belarussa e receber acusações de organização de motins maciços, podendo enfrentar até 15 anos de prisão. Por esse motivo, este ato chegou a ser mesmo caraterizado "sequestro patrocinado pelo Estado".

    Apesar de Belarus ter por várias vezes garantido que as suas autoridades agiram de acordo com as normas internacionais – tendo até publicado a transcrição da conversa entre o controlador de tráfego aéreo de Belarus e o piloto do avião em questão – vários países, principalmente da União Europeia, têm imposto medidas punitivas como resposta ao sucedido.

    Mais:

    Lukashenko afirma que cumpriu todas as regras internacionais com voo de Ryanair
    Controladores se recusaram a se comunicar com Ryanair antes do pouso do avião em Belarus, diz mídia
    Bielorrússia e FSB detêm grupo que planejava assassinar Lukashenko e tomar o poder (VÍDEO)
    Tags:
    desvio, bomba, Ryanair, Minsk, Belarus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar