22:35 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    374
    Nos siga no

    Ativista do Black Lives Matter, Sasha Johnson está em estado crítico depois de sofrer um ferimento à bala na cabeça em um incidente no sul de Londres.

    Sasha Johnson, mãe de três filhos, foi baleada na madrugada de domingo (23). A notícia foi anunciada on-line pelo partido Taking The Initiative, do Reino Unido, e confirmada posteriormente pela imprensa local.

    O comunicado do partido dizia: "É com grande tristeza que informamos que nossa Sasha Johnson sofreu um ferimento à bala na cabeça".

    "Ela está hospitalizada e em estado crítico. O incidente aconteceu na madrugada desta manhã [23], após inúmeras ameaças de morte", concluiu a nota.

    Sasha Johnson trabalhou com ativismo e apoio comunitário e obteve um diploma de primeira classe em assistência social na Oxford Brookes University.

    De acordo com informações do The Guardian, um porta-voz disse que, embora a investigação esteja em um estágio inicial, não há nada que sugira que tenha sido um ataque direcionado, ou mesmo um atentado.

    Nas redes sociais, diversas personalidades da política britânica cobraram investigações e celeridade sobre o crime.

    Sasha, que tem cerca de 26 anos, ganhou destaque após os protestos do BLM no ano passado. A mãe de dois filhos também é membro do recém-formado Taking the Initiative Party, que foi descrito como "o primeiro partido político liderado por negros do Reino Unido".

    A parlamentar Claudia Webbe também comentou o episódio em suas redes.

    Quando penso no tiroteio brutal de Sasha Johnson, isso me lembra que a cultura da violência armada é consumidora, afetando comunidades e bairros inteiros. A bala não discrimina em seu efeito. Mas muitas mulheres tornam-se danos colaterais nesta "cultura do medo".

    Mais:

    Reino Unido compra helicópteros dos EUA, mas entrega atrasa em 3 anos devido a cortes orçamentários
    Reino Unido acredita que vacinas existentes protegem de variante indiana do coronavírus
    No Reino Unido, milhares vão às ruas contra bombardeios de Israel na Palestina
    Sérgio Camargo diz que Black Lives Matter é um 'lixo', 'violento' e 'hipócrita'
    Tags:
    arma de fogo, tiroteio, tiro, militantes, Reino Unido, Black Lives Matter, baleada, atentado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar