07:28 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    43012
    Nos siga no

    Neste sábado (2), o comissário da União Europeia para a Economia, Paolo Gentiloni, fez críticas ao comportamento de parte da população brasileira em relação à pandemia de COVID-19.

    Pelo Twitter, Gentiloni, que é ex-primeiro-ministro (entre 2016 e 2018) e ex-ministro das Relações Exteriores (2014 a 2016) da Itália, lembrou também o número recente de casos da doença no Brasil.

    Vi imagens vergonhosas do #Brasil. Média da última semana: 36 mil casos e 700 vítimas por dia pela pandemia.

    Imagens mostrando grandes aglomerações de pessoas em diversos locais do Brasil circularam pelas redes sociais nesta virada de ano. Na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, por exemplo, uma festa reuniu dezenas de pessoas na madrugada da última quinta-feira (31).

    Em outras cidades, como em São Miguel do Gostoso (RN), as festas também reuniram um grande número de pessoas e causaram revolta nas redes sociais.

    Festas lotadas também marcaram o réveillon em Pipa, outra cidade praiana do Rio Grande do Norte.

    As aglomerações acontecem em todo o Brasil, apesar de os números da COVID-19 seguirem em alta. O mês de dezembro teve 499.013 registros de novos casos da doença a mais que novembro: o que representa uma alta de 63,15% entre os dois meses.

    Nenhuma vacina contra o novo coronavírus foi registrada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e ainda não há data definida para o início da vacinação nacional.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    'Mais pandemias virão' e é necessário investir em preparação, diz diretor-geral da OMS
    Trump assina projeto de lei de gastos que inclui medidas de alívio contra a pandemia
    Que lições a humanidade pode tirar da pandemia da COVID-19? 
    Pandemia trouxe pobreza, mas crise econômica e social já existia no Brasil, aponta sociólogo
    Tags:
    Paolo Gentiloni, Brasil, União Europeia, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar