19:56 25 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo e COVID-19 no final de agosto (52)
    2240
    Nos siga no

    Presidentes da Bielorrússia e Rússia, Aleksandr Lukashenko e Vladimir Putin, respectivamente, acordaram que Bielorrússia será primeiro país a receber a vacina russa contra o coronavírus SARS-CoV-2.

    Além disso, foi acordado que cidadãos da Bielorrússia poderão de forma voluntária participar da terceira fase de testes clínicos da vacina contra o coronavírus.

    Conforme publicou o serviço de imprensa da Presidência da Bielorrússia, ambos os chefes de Estado chegaram ao acordo através de uma conversa telefônica realizada hoje (24).

    Luta contra a COVID-19

    No último dia 11, o presidente russo anunciou ao mundo o registro da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.

    Desde então, diversos países do mundo demonstraram interesse no medicamento.

    O Brasil figura entre os países que podem se tornar uma das plataformas de produção da vacina.

    Enquanto isso, o Centro Gamaleya publicou detalhes sobre a vacina em língua inglesa para melhor compreensão da mesma por parte da comunidade científica, incluindo a OMS.

    Tema:
    Mundo e COVID-19 no final de agosto (52)

    Mais:

    Bielorrússia intercepta balões da Lituânia com insígnias antigovernamentais em seu espaço aéreo
    Presidente bielorrusso chega à sua residência oficial em Minsk com fuzil na mão (VÍDEO)
    'Bielorrússia reagirá a violações nas fronteiras sem advertência', diz Lukashenko
    Tags:
    Sputnik V, vacina, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar