19:57 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 140
    Nos siga no

    Por trás do achado feito por uma equipe dinamarquesa-polonesa está uma dramática batalha marítima entre o submarino britânico L10 e quatro torpedeiros alemães.

    O submarino britânico desaparecido L10 da época da Primeira Guerra Mundial foi achado no fundo do mar, 143 quilômetros ao norte da ilha neerlandesa de Terschelling.

    A descoberta foi feita pela companhia dinamarquesa JD-Contractor, que já encontrou nada menos que 37 submarinos afundados nos mares em redor da Dinamarca.

    "É um grande achado. É o único submarino do tipo L que afundou durante a Primeira Guerra Mundial. O resto da série L foi desmantelado há muitos anos", disse o diretor da empresa, Gert Normann Andersen, à emissora dinamarquesa TV Midtvest.

    O referido submarino afundou em 3 de outubro de 1918 depois de ter destruído um torpedeiro alemão que estava procurando sobreviventes de outro navio alemão naufragado. Depois chegaram quatro outros torpedeiros alemães, perseguindo e afundando o mais lento L10.

    De acordo com Andersen, tanto o submarino como os outros dois navios estão descansando no fundo do mar.

    "O L10 afundou com 38 homens a bordo, e há alguns familiares e descendentes que ficarão felizes agora", relatou.

    "A história continua por resolver. Somos os primeiros no mundo a dizer a vocês que o submarino está lá" disse um orgulhoso Andersen.

    "Parabéns à expedição local, com Gert Normann Andersen na vanguarda, que fez uma grande descoberta no fundo do mar", diz uma mensagem de Facebook da emissora TV Midtvest.

    A descoberta foi feita pelo navio de pesquisa Vina, que navegou do porto de Thyboron com uma tripulação mista dinamarqueso-polonesa de 26 tripulantes. A principal esperança da missão do projeto polonês, com o nome SANTI Odnalezc Orla, era encontrar o submarino polonês Orzel da Segunda Guerra Mundial, considerado atualmente o mais procurado do mundo.

    Foram lançadas seis expedições para localizar o Orzel, sem sorte até à data. Mesmo assim, a tripulação não está nem um pouco desapontada.

    Flotilha de submarinos de reserva em Fort Blockhouse, Reino Unido, dezembro de 1933. Meia Flotilha de Treinamento L52 e L22 Navios Alvo de Serviço Especial L20 e L6
    Flotilha de submarinos de reserva em Fort Blockhouse, Reino Unido, 1933

    "Embora não tenha sido o Orzel que encontramos, é uma grande história. É tal e qual um filme de Hollywood. Um submarino e os dois torpedeiros, e seu destino durante a Primeira Guerra Mundial. Para nós, trata-se de contar uma boa história. Abre outro capítulo e aproxima o passado de todos nós", disse Tomasz Stachura, líder da equipe do projeto polonês SANTI Odnalezc Orla.

    Outro 'alvo' dos pesquisadores

    Gert Normann Andersen não descartou a hipótese de também encontrar o submarino neerlandês O13 por acaso.

    "O Orzel e o O13 são os dois submarinos mais procurados do mundo, mas agora temos de ver o que vamos encontrar. Mesmo que só encontremos um deles, será uma sensação mundial", disse Gert Normann Andersen.

    A equipe de mergulhadores vai tentar resgatar um item do L10 como lembrança, e depois irá para o campo de minas colocado no fundo do mar do Norte pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, onde o O13 deve ter desaparecido em 25 de junho de 1940.

    Mais:

    Naufrágio de barco no Amapá deixa mortos, feridos e desaparecidos
    'Navio fantasma' naufragado há 118 anos é encontrado nos EUA (FOTOS)
    Os 5 mais misteriosos desaparecimentos de navios da história (FOTOS)
    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, 1ª Guerra Mundial, Polônia, Dinamarca
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar