06:13 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    824
    Nos siga no

    O governo cipriota concedeu autorização oficial para permitir acolher temporariamente diplomatas e outros civis norte-americanos vindos da região, em caso de necessidade.

    O porta-voz do governo de Chipre, Kyriakos Kousios, concedeu na quarta-feira (8) autorização aos EUA para permitir que o país sirva como base para evacuações de civis norte-americanas do Oriente Médio, caso seja pedido pela embaixada americana.

    O porta-voz do governo de Chipre, Kyriakos Kousios, lembrou que tais iniciativas são "baseadas em pedidos [prévios] de países terceiros, tanto dentro como fora da União Europeia". Chipre atuará como base temporária para eventuais evacuações de "missões diplomáticas e cidadãos dos EUA", referiu Kousios.

    A ação vem em resposta ao ataque de mísseis de Teerã contra duas bases norte-americanas no Iraque e, segundo o porta-voz cipriota, a autorização é concedida "exclusivamente para operações humanitárias", com o objetivo de reforçar o "fator de estabilidade e segurança na região".

    Embora o conflito entre o Irã e os EUA dure há quatro décadas, recentemente houve um novo aumento de tensões na região, com os EUA eliminando o general iraniano de topo Qassem Soleimani em um ataque aéreo em Badgá, Iraque.

    Mais:

    Militares australianos permanecerão no Iraque apesar dos ataques do Irã
    EUA afirmam que sofreram 15 ataques do Irã nos últimos 4 meses
    Vice-presidente dos EUA: Irã alertou milícias para não atacar americanos
    Tags:
    Oriente Médio, Chipre, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar