14:45 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Agentes da polícia francesa durante patrulha na avenida Champs-Elysées, em Paris (arquivo)

    Justiça francesa condena princesa saudita por caso de agressão em Paris

    © AP Photo / Christophe Ena
    Europa
    URL curta
    160
    Nos siga no

    A única filha do rei Salman da Arábia Saudita foi condenada por um tribunal de Paris por ter ordenado ao seu guarda-costas que detivesse e atacasse um encanador por tirar fotos em um apartamento da família real saudita.

    Os promotores alegaram que a princesa Hessa bint Salman ficou furiosa quando viu o encanador capturar sua imagem em Paris, temendo que as fotos pudessem ser usadas para prejudicá-la como filha do monarca saudita e meia-irmã mais velha do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, escreve a Associated Press, citada pelo New York Times.

    A princesa deixou a França logo após o incidente, ocorrido em setembro de 2016, e não estava presente no veredicto desta quinta-feira. Ela foi condenada a 10 meses de prisão suspensa e a uma multa de 10 mil euros (cerca de 45 mil reais). 

    Encanador molestado: 10 meses de prisão suspensa para a princesa saudita

    Seu guarda-costas, Rani Saida, foi considerado culpado por acusações de violência, sequestro e roubo.

    Mais:

    Exposição no Rio mostra a vida de Leopoldina, a princesa da Independência do Brasil
    Princesas árabes são processadas na Bélgica por escravidão moderna
    Princesa russa em terras longínquas: a última da Casa Romanov que morreu no Uruguai
    França emite mandato de prisão contra princesa saudita
    Tags:
    condenação, violência, AP, Associated Press, The New York Times, Mohammed bin Salman, família real saudita, Arábia Saudita, Paris, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar