19:30 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    France's far-right Front National (FN) party president Marine Le Pen visits Moscow's Red Square before a meeting with Russia's State Duma speaker Sergei Naryshkin on May 26, 2015

    Inteligência francesa diz que Rússia tentará influenciar eleição a favor de Le Pen

    © AFP 2019 / KIRILL KUDRYAVTSEV
    Europa
    URL curta
    19319
    Nos siga no

    De acordo com o jornal Le Canard Enchaîne, a Direção-Geral de Segurança Externa da França (DGSE) acredita que a Rússia ajudará Le Pen a vencer as eleições presidenciais deste ano, a despeito das acusações de que teria feito o mesmo com Donald Trump.

    Segundo relatório de inteligência, os russos planejam usar bots (perfis robôs) para postar aspectos positivos de Marine Le Pen na internet. 

    O jornal diz ainda que os russos planejam divulgar e-mails comprometedores dos adversários da candidata de extrema-direita, estratégia idêntica à supostamente utilizada com Hillary Clinton. A ameaça estaria preocupando tanto o governo que seria tratada na próxima reunião de Defesa no Palácio Presidencial da França. 

    Curiosamente, o Le Canard Enchaîne é o mesmo jornal responsável por expor acusações de corrupção contra François Fillon, anteriormente favorito na disputa presidencial francesa. O escândalo do pagamento de salários a parentes que seriam profissionais fantasmas levou Le Pen ao primeiro lugar as pesquisas presidenciais.

    A RTL, maior companhia de rádio e televisão europeia, entrou em contato com o vice-presidente da Frente Nacional, Florian Philippot para comentar as acusações. O político disse que acredita "no Estado para garantir as eleições presidenciais" e destacou um "forte odor de complô vigente".

    Saída à francesa

    Anteriormente, o ministro da Defesa francês, Jean-Yves Le Drian, disse que a França quer "aprender lições para o futuro" após acusações americanas de influência russa nas eleições de 2016. 

    Em outubro, partidos políticos foram convocados pela Secretaria Geral de Defesa e Segurança Nacional a participar de um seminário de "conscientização sobre segurança digital". Só a Frente Nacional, partido de Le Pen, escolheu não aderir à reunião.

    Mais:

    Aventura à francesa: qual será o resultado da acirrada corrida presidencial?
    Candidata à presidência francesa: 'União Europeia virou uma religião'
    Frente Nacional francesa vai reconhecer a Crimeia
    Tags:
    DSGE, Direção-Geral de Segurança Externa da França, RTL, Frente Nacional, Secretaria Geral de Defesa e Segurança Nacional da França, Le Canard Enchaîne, Florian Philippot, Jean-Yves Le Drian, Hillary Clinton, Rússia, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar