14:40 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente del Consiglio Matteo Renzi

    Matteo Renzi renuncia na Itália: 'Meu governo termina hoje'

    © REUTERS / Francois Lenoir
    Europa
    URL curta
    6151
    Nos siga no

    Primeiro-ministro italiano falou com a imprensa logo após derrota no referendo pela reforma constitucional no país.

    Em um comunicado direcionado à Nação, o agora ex-primeiro-ministro da Itália Matteo Renzi assumiu a derrota no referendo pela reforma constitucional do país e renunciou ao posto.

    Falando logo após todas as projeções indicarem a vitória do NÃO por quase 60%, Renzi disse que a opção escolhida pelo povo "venceu clara e inequivocadamente" e assumiu a "total responsabilidade" pelo resultado. 

    "Nós não fomos convincentes. Como estava claro desde o início, a experiência do meu governo termina aqui, hoje. […] Amanhã à tarde vou me reunir com meu gabinete e, em seguida, vou até o Palácio Quirinale para entregar minha renúncia ao Presidente da República".

    Mais cedo, Renzi agradeceu a participação massiva do povo italiano no referendo. Cerca de 69% (o número ainda não é final) dos habilitados a votar compareceram às urnas. 

    Obrigado a todos, de qualquer maneira. Em poucos minutos eu estarei ao vivo do Palácio Chigi. Viva a Itália!

    ​O referendo pretendia implementar mudanças que incluíam redução de atribuições do Senado, que passaria a ser mais um órgão consultivo do que legislativo (e sem eleição pelo povo), a redução do número de parlamentares e a contenção dos custos de funcionamento das instituições.

    Mais:

    Oposição pede renúncia imediata de Matteo Renzi na Itália
    Referendo na Itália gera incerteza sobre futuro da União Europeia
    Tags:
    Palácio Chigi, Palácio Quirinale, Senado Italiano, Matteo Renzi, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar