13:41 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Montanha Mannen na vila de Rauma, Noruega

    NRK: não convém irar o 'urso russo' com tropas americanas na Europa

    © AFP 2017/ TORE MEEK / NTB SCANPIX
    Europa
    URL curta
    192970273

    Políticos e militares noruegueses manifestam-se contra a instalação de tropas norte-americanas no país, temendo que este passo possa irar o "urso russo", indica uma matéria do site da emissora NRK.

    O Ministério da Defesa da Noruega anunciou recentemente que o país aceitará pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial no seu território cerca de 330 fuzileiros navais dos EUA. Esta decisão, tomada no meio de tensões nas relações russo-americanas, provocou críticas violentas, informou a NRK.

    O capitão aposentado Jaсob Borresen pensa que a instalação de mais soldados norte-americanos na Europa é um mau sinal para Moscou.

    "Tudo isso envia sinais pouco agradáveis para o Leste. Nos arriscamos a transformar o norte em uma zona de confrontação. Se Moscou considera que isso é um passo no sentido de mais contenção em vez de diminuição das tensões, é mesmo assim", disse.

    O parlamento norueguês também expressou a sua indignação pela instalação de tropas norte-americanas. O representante do Partido de Progresso para assuntos de defesa, Christian Tybring-Gjedde, teme que o governo norueguês provoque a Rússia com a sua decisão.

    "Devemos colocar os nossos interesses nacionais em primeiro lugar, e não estou seguro se, nesta questão, os EUA e a Noruega têm interesses comuns", disse o político.

    Segundo ele, as autoridades norueguesas devem ser "mais cautelosas".

    "Precisamos de tentar acalmar o urso russo", destacou Tybring-Gjedde.

    O Partido de Centro e o Partido Esquerda Socialista também se expressaram contra a presença permanente de tropas norte-americanas no território norueguês, comunicou o NRK.

    Mais:

    Noruega explora com a Rússia recursos do Ártico apesar das sanções
    Noruegueses não querem muro a isolá-los da Rússia
    Tags:
    instalação, ameaça, tropas, Rússia, EUA, Noruega, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik