Mudança de fronteiras: Noruega constrói nova barreira junto à Rússia

© flickr.com / ser_is_snarkishFronteira entre a Rússia e a Noruega, Kirkenes
Fronteira entre a Rússia e a Noruega, Kirkenes - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Recentemente, as autoridades da Noruega decidiram que certas partes da vedação fronteiriça, cuja construção foi bastante dispendiosa, serão removidas e substituídas, aumentando o preço ainda mais.

As autoridades do país acordaram substituir a cerca fronteiriça junto ao posto de fronteira de Storskog (o único que liga os dois países) numa extensão de 200 metros. O novo muro terá 3,5 metros de altura e muitos consideram que o seu objetivo é proteger o país contra a entrada de imigrantes ilegais. 

Campo de refugiados em Kirkenes na fronteira com a Rússia, Noruega, janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Noruegueses não querem muro a isolá-los da Rússia
Na semana passada foi divulgado que partes da barreira fronteiriça, que custaram 500 milhões de dólares, foram instaladas violando os acordos sobre a fronteira entre a Noruega e a Rússia. As autoridades norueguesas, para justificar as obras, culpam os solos pantanosos da zona e os marcos fronteiriços extraviados.

De acordo com a convenção que regula a fronteira nacional de 196 quilômetros entre os dois países, nenhum país pode construir algo na faixa de 4 metros de qualquer lado da fronteira.

A deputada do Parlamento da Noruega Kirsti Bergstø chamou a situação de vergonhosa, dizendo que "a questão deve ser usada como uma oportunidade para derrubar toda a barreira e removê-la de uma vez por todas". Além disso, a parlamentar sublinhou que os recursos podem ser usados para construir um novo posto fronteiriço em Storskog, atendendo assim à demanda existente.

Exploração de petrôleo no Ártico russo - Sputnik Brasil
Noruega explora com a Rússia recursos do Ártico apesar das sanções
O novo muro deverá ser construído até meados de outubro. Não obstante as declarações repetidas das autoridades de que a barreira melhorará a segurança fronteiriça e afastará os imigrantes ilegais, a construção desta foi muito criticada pelos habitantes locais, que receiam o agravamento das relações com a Rússia.

No ano passado, a fronteira entre os dois países foi atravessada por cerca de 250 mil pessoas, de acordo com os dados divulgados pelo chefe do Secretariado norueguês de Barents, Lars Georg Fordal.

Mais cedo, o prefeito de Sør-Varanger, Rune Rafaelsen, declarou que a construção da barreira é irrelevante em termos da política externa. Georg Fordal declarou que  a construção faz lembrar a época da Guerra Fria. Além disso, o ex-inspetor da fronteira norueguesa Frode Berg tinha dito que a cerca de aço na fronteira com a Rússia é um "ato feio e muito simbólico contra Moscou".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала