12:52 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    O Comitê Olímpico Canadense (COC) anunciou que não pretende enviar atletas para os próximos Jogos Olímpicos de Verão, em Tóquio, caso sejam realizados realmente em 2020.

    Em nota divulgada na noite deste domingo, as autoridades esportivas do Canadá explicaram que a decisão, apoiada pelo governo do país, tem como motivo os riscos ligados à pandemia da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. 

    ​Por conta desse surto, que já provocou a morte de 14,6 mil pessoas mundo afora, o COC solicitou o adiamento das Olimpíadas por um período de 12 meses.

    "Embora reconheçamos as complexidades inerentes ao adiamento, nada é mais importante do que a saúde e a segurança de nossos atletas e da comunidade mundial", diz o comunicado. "Não se trata apenas da saúde dos atletas, mas, sim, da saúde pública. Com a COVID-19 e os riscos associados, não é seguro para nossos atletas e para a saúde e segurança de suas famílias e da comunidade canadense em geral que os atletas continuem treinando para esses Jogos. De fato, isso contraria os conselhos de saúde pública que instamos todos os canadenses a seguir." 

    ​Mais cedo, após uma reunião de emergência, o COI admitiu a possibilidade de adiar as Olimpíadas de Tóquio, mas não mencionou uma possível data a ser considerada. Segundo o órgão, o assunto deverá ser tratado em discussões a serem realizadas ao longo das próximas quatro semanas.

    Mais:

    COI reafirma compromisso de garantir realização dos Jogos de Tóquio no prazo
    Tocha das Olimpíadas de Tóquio 2020 é acesa em Olímpia na Grécia (FOTOS)
    Comitê Olímpico do Brasil defende que Olimpíadas de Tóquio sejam adiadas para 2021
    Tags:
    COI, Canadá, pandemia, surto, Olimpíadas, novo coronavírus, Japão, Tóquio, 2020, Jogos Olímpicos, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar