00:20 25 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    7411
    Nos siga no

    Seyyed Fakhreddin Amerian, presidente do Conselho da Administração da Câmara de Comércio Conjunto Irã-Brasil, disse que o valor total das exportações da República Islâmica para o Brasil poderia aumentar para US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10,7 bilhões).

    De acordo com a agência Mehr, estão sendo conduzidos esforços para reduzir direitos aduaneiros dos produtos iranianos na alfândega brasileira, com o objetivo de aumentar o poder da concorrência no mercado-alvo no Brasil.

    Amerian informou que o Brasil exporta, anualmente, para o Irã produtos no valor entre US$ 4 bilhões a US$ 5 bilhões (aproximadamente entre R$ 21,3 bilhões a R$ 26,7 bilhões), enquanto que o valor total das exportações do Irã para o Brasil é de apenas US$ 100 milhões (cerca de R$ 533,5 milhões).

    Se as infraestruturas forem alteradas, Teerã poderá beneficiar da capacidade de aumentar seu valor de exportações para o Brasil entre US$ 1 bilhão a US$ 2 bilhões (entre R$ 5,3 bilhões a R$ 10,7 bilhões) anualmente, apontou o funcionário econômico, referido na mídia persa.

    Amerian acrescentou ainda que, através da coordenação a ser realizada nesse campo, uma delegação de legisladores do parlamento iraniano e do Conselho de Administração da Câmara de Comércio Conjunto Irã-Brasil, visitará São Paulo no próximo mês para discutir estratégias para o desenvolvimento dos laços comerciais e econômicos entre os dois países.

    Mais:

    Regulação de redes sociais no Brasil: quais seriam as consequências para usuários e empresas?
    Irã e Venezuela firmam acordo petrolífero para combater sanções dos EUA, segundo mídia
    Órgão da ONU pede ao Brasil que receba haitianos acampados na fronteira EUA-México, diz mídia
    Tags:
    Brasil, Irã, comércio, exportações, lucro, mercado, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar