06:30 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    A OPEP elevou nesta terça-feira (13) sua previsão de crescimento da demanda global de petróleo neste ano, na esperança de que a pandemia diminua, ajudando o grupo e seus aliados nos esforços de apoiar o mercado.

    A demanda aumentará em 5,95 milhões de barris por dia (bpd) em 2021, ou 6,6%, previu a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) em seu relatório mensal, 70 mil bpd a mais do que a estimativa do mês passado.

    No entanto, a OPEP reduziu sua previsão para o segundo trimestre, segundo noticiou a Reuters.

    "Como a propagação e a intensidade da pandemia de COVID-19 devem diminuir com a implantação contínua de programas de vacinação, as necessidades de distanciamento social e as limitações de viagens provavelmente serão reduzidas, oferecendo maior mobilidade", disse a OPEP no relatório.

    A revisão em alta marca uma mudança de tom em relação aos meses anteriores, nos quais a organização reduziu as projeções de demanda por conta de medidas de contenção do vírus.

    Refinaria em Teerã, Irã.
    © AP Photo / Vahid Salemi, File
    Refinaria em Teerã, Irã

    Uma nova recuperação poderia apoiar os argumentos da OPEP e seus aliados, conhecidos como OPEP+, para diminuir mais os cortes recordes de produção de petróleo do ano passado.

    O relatório também mostrou maior produção de petróleo do grupo, já que o Irã, isento dos cortes, bombeou mais em março, levando a um aumento de 200 mil bpd na produção do grupo, para um total de 25,04 milhões de bpd.

    Mais:

    Petróleo em 1º lugar: Khamenei nomeia condições para redução das atividades nucleares
    EUA levam mais de 40 tanques de petróleo sírio para o Iraque, diz mídia local
    OPEP e Rússia teriam 'plantado bomba' contra xisto norte-americano em recente reunião?
    Tags:
    produção, organização, energia, petróleo, economia, OPEP
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar