02:55 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    484
    Nos siga no

    Todos os 23 membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (OPEP+) concordaram em cortar a produção de petróleo em 9,7 milhões de barris de petróleo por dia.

    A decisão foi confirmada neste domingo (12) pelo ministro da Energia do México, Rocio Nahlem, que anunciou que a diminuição começará em maio. O México havia bloqueado um acordo anterior para estabelecer a diminuição da extração de petróleo. 

    A posição da OPEP+ também foi confirmada pelo ministro do Petróleo do Kuwait, Khaled Al-Fadhel.

    A OPEP+ tomou a decisão por meio de reunião realizada por vídeo-conferência. 

    Com a pandemia de coronavírus, a demanda por petróleo caiu em todo o globo e derrubou o preço da commodity a níveis não vistos desde o começo dos anos 2000. A decisão da OPEP+ pode fazer com que o preço do barril do petróleo aumente. 

    Mais:

    Preço do petróleo sobe cerca de 5% devido ao corte de produção, anuncia OPEP
    Arábia Saudita pede convocação de reunião extraordinária da OPEP+
    Fundo russo de investimento está confiante com concretização de novo pacto da OPEP+
    OPEP+ adota declaração de cooperação com redução da produção de petróleo, mas México não aceita
    Acordo da OPEP+ permitirá recuperação dos preços do petróleo, diz Maduro
    Tags:
    produção, Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), petróleo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar