09:00 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    20446
    Nos siga no

    O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, afirmou estar trabalhando com a China para cortar o fluxo mínimo de exportações de petróleo iraniano para o país asiático, escreve Fox News.

    "Cortamos provavelmente mais de 95% das receitas do petróleo, por isso há uma quantidade muito pequena de receitas do petróleo", comentou Mnuchin, referindo-se ao petróleo iraniano.

    Segundo o chefe do Departamento do Tesouro americano, a quantidade "muito pequena" que resta no Irã da venda de petróleo inclui "um grande componente" que é a China.

    O funcionário americano salientou que já tinha falado com os representantes do país asiático sobre essa questão e o governo chinês bloqueou a compra de petróleo iraniano a todas as empresas estatais.

    Atividades petrolíferas

    "Eles [chineses] cortaram todas as empresas estatais da compra de petróleo, e estamos trabalhando muito estreitamente com eles para garantir que cessem todas as atividades petrolíferas adicionais", continuou.

    Funcionário do setor petrolífero iraniano vai de bicicleta  perto da refinaria petrolífera no sul de Teerã, Irã
    © AP Photo / Vahid Salemi
    Funcionário do setor petrolífero iraniano vai de bicicleta perto da refinaria petrolífera no sul de Teerã, Irã

    Mnuchin também recordou que os Estados Unidos já sancionaram algumas companhias de navegação chinesas envolvidas no transporte do petróleo do Irã, afirmando que a Europa também estaria sujeita a sanções secundárias.

    Mais:

    Dependente do petróleo do Oriente Médio, premiê do Japão visita Arábia Saudita
    Irã apresenta novo orçamento para 'resistir' às sanções dos EUA
    Menos sanções, mais negociações: China pede que EUA e Irã resolvam crise com diálogo
    Tags:
    Irã, petróleo, sanções, EUA, China, Steven Mnuchin, Departamento de Tesouro dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar