02:08 28 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    4300
    Nos siga no

    A Rússia alcançou mais um recorde na produção de ouro no 1º semestre do ano. De acordo com o Ministério da Economia, a produção do metal precioso no país aumentou 17 % em comparação com o primeiro semestre de 2018.

    A Rússia produziu mais de 185 toneladas de ouro nos primeiros seis meses de 2019, de acordo com os novos dados publicados pelo ministério. Os valores representam um aumento de 17 % em comparação com o período homólogo no ano passado.

    O objetivo de reduzir a dependência da moeda estadunidense gerou uma forte demanda do metal precioso por parte de investidores, levando ao aumento da produção do metal precioso nos últimos anos.

    Segundo os dados do Banco Central da Rússia, as reservas ultrapassam as 2.261 toneladas, tornando a Rússia o quinto país do mundo com maiores reservas, de ouro a seguir aos EUA, Alemanha, Itália,e França.

    Nos últimos meses, Moscou se livrou da maior parte dos títulos do Tesouro dos EUA e encorajou outros países a reavaliar o papel global do dólar estadunidense. De 48,7 bilhões em títulos estadunidenses em abril deste ano, Moscou passou para 14,9 bilhões em julho e, posteriormente, para 10 bilhões.

    Vale ressaltar que o maior detentor de dívida dos EUA – o Japão – tem reduzido sua participação em ritmo semelhante ao iniciado anteriormente por Pequim.

    Mais:

    Dólar cai em relação ao euro após Trump impor tarifas contra Brasil e Argentina
    Juros e cenário regional explicam fuga de dólares do Brasil, diz economista
    Tags:
    Banco Central da Rússia, China, Rússia, guerra comercial, títulos do tesouro, EUA, ouro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar