22:23 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2711
    Nos siga no

    O bombardeiro estratégico russo Tu-95MS supera seus análogos norte-americanos, apesar de parecer quase obsoleto, escreve o portal 19FortyFive.

    O autor da publicação, o especialista militar Peter Suciu, ressalta que o Tu-95 tem sido utilizado já há 60 anos, sendo agora o único bombardeiro propulsado por hélices em serviço no mundo.

    No entanto, nota ele, em 1981 a União Soviética reiniciou a fabricação destes aviões, uma vez que os modelos existentes então já não podiam passar por modernização. Enquanto os B-52 da Força Aérea dos EUA foram modernizados, o reinício da fabricação de Tu-95 tornou os bombardeiros russos mais novos em comparação com os análogos americanos.

    Bombardeiros estratégicos Tu-95MS durante o desfile do Dia da Vitória em Moscou
    © Sputnik / Andrei Stanavov
    Bombardeiros estratégicos Tu-95MS durante o desfile do Dia da Vitória em Moscou
    O especialista considera que é exatamente isto e também a capacidade de carregar os novíssimos mísseis de cruzeiro Kh-101 que permitem ao Tu-95MS permanecer um elemento-chave da componente aérea da tríade nuclear russa.

    A Força Aeroespacial da Rússia melhorou significativamente a aeronave – bem mais além de sua capacidade original de lançar bombas não guiadas. Esses mísseis Kh-101 podem ser redirecionados quando os bombardeiros já estiverem no ar.

    Bombardeiro B-52 da Força Aérea dos EUA sobrevoa o Campo de Treinamento em Pabrade, Lituânia, durante exercício militar da OTAN, 60 quilômetros ao norte da capital Vilnius, 16 de junho de 2016
    © AP Photo / Mindaugas Kulbis
    Bombardeiro B-52 da Força Aérea dos EUA sobrevoa o Campo de Treinamento em Pabrade, Lituânia, durante exercício militar da OTAN, 60 quilômetros ao norte da capital Vilnius, 16 de junho de 2016

    As tripulações da Força Aeroespacial da Rússia sobrevoam regularmente as águas neutras do Ártico, Atlântico Norte, dos mares Negro e Báltico e do oceano Pacífico. Todos os voos são executados em conformidade com as regras internacionais de utilização do espaço aéreo.

    Mais:

    Força Aeroespacial russa recebe 5 bombardeiros estratégicos modernizados Tu-95 em 2020
    Bombardeiros russos Tu-95 sobrevoam oceano Pacífico acompanhados por caças japoneses
    Caça MiG-31BM elimina avião de vigilância 'intruso' durante treinamento de combate (VÍDEO)
    Tags:
    B-52, Tu-95MS, bombardeiro estratégico, Bombardeiro, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar