03:39 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 54
    Nos siga no

    Dois bombardeiros B-52 adicionais chegaram ao Qatar para assegurar a retirada dos Estados Unidos do Afeganistão, que começará em 1º de maio, afirmou nesta segunda-feira (26) a Força Aérea norte-americana.

    "Dois aviões B-52H Stratofortress da Força Aérea dos Estados Unidos da Quinta Ala de Bombas, Base da Força Aérea de Minot, na Dakota do Norte, chegaram à Base Aérea de Al-Udeid, no Qatar, em 26 de abril", informou a Força Aérea norte-americana em um comunicado de imprensa.

    Dois bombardeiros estratégicos Boeing B-52H Stratofortress da Força Aérea dos EUA, números de cauda 60-0023 e 60-0035, decolaram da Base Aérea de Minot, voaram através do oceano Atlântico, da Europa e do mar Mediterrâneo até o golfo Pérsico, pousando na Base Aérea de Al-Udeid, no Qatar.

    Com isso, os dois bombardeiros se unem a outras duas aeronaves B-52 que chegaram à base aérea de Al-Udeid, no Qatar, na semana passada.

    Os B-52 serão responsáveis por garantir a proteção das forças norte-americanas e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) sobre o terreno no Afeganistão, caso seja necessário, durante a retirada das tropas do país.

    Os EUA e a OTAN começarão a retirada das forças terrestres do Afeganistão a partir de 1º de maio, que deverá ser concluída no máximo até o dia 11 de setembro.

    Mais:

    China pode enviar forças de paz ao Afeganistão após retirada de tropas dos EUA, diz mídia
    Tropas dos EUA retiradas do Afeganistão podem permanecer na região, inclusive contra Rússia e China
    EUA já estão retirando equipamento militar do Afeganistão, informa comandante americano
    Tags:
    bombardeiros, Afeganistão, Qatar, OTAN, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar