23:03 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4525
    Nos siga no

    Na noite de 8 de maio, 700 paraquedistas militares dos EUA desembarcaram na Estônia para o exercício Swift Response, informa o serviço de imprensa do Estado-Maior das Forças Armadas do país báltico.

    "Mais de 700 soldados da 82ª divisão das Forças Aerotransportadas dos EUA aterrissaram no aeródromo da povoação de Nurmsi. Além disso, foram lançados de avião equipamentos de combate e material militar", lê-se em comunicado.

    Os militares estonianos observam que a maioria dos paraquedistas foi transportada por aeronaves diretamente dos EUA. O lançamento dos paraquedistas ocorreu à noite em um ambiente tático o mais próximo possível da realidade.

    O Comando Europeu do Exército dos EUA na Europa informou que militares da 16ª Brigada Paraquedista do Exército britânico participaram da missão junto com os militares dos EUA.

    O especialista militar russo Konstantin Sivkov disse à Sputnik que a operação, que envolveu mais de 700 militares dos EUA, é um grande acontecimento para a Estônia, mas para os americanos é algo habitual.

    "Para Estônia, 700 militares americanos é naturalmente um número colossal […] é um importante evento para eles", disse o especialista.

    No entanto, Sivkov ressaltou que este acontecimento não deve ser subestimado.

    "Parece que não é nada de importante, mas, por outro lado, é mais um aumento das forças da OTAN perto de nossas fronteiras. Ou seja, é uma intensificação das ameaças ao nosso país e isto deve ser claramente entendido", observou.

    Os Ministérios das Relações Exteriores e da Defesa da Rússia consideram as ações ocidentais provocativas, denunciando o aumento da presença militar da OTAN perto das fronteiras meridionais e ocidentais russas.

    Mais:

    Síria condena envio de tropas da OTAN e EUA em direção à fronteira com a Rússia
    Cooperação militar da UE com EUA, Canadá e Noruega é 'salto quântico', diz Alemanha
    The National Interest aconselha Estados Unidos a 'ficarem longe' das tropas russas
    Tags:
    fronteiras russas, Reino Unido, Estônia, tropas paraquedistas, EUA, Tropas Aerotransportadas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar