06:50 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2372
    Nos siga no

    Uma versão de dois assentos do caça mais avançado da China J-20 seria capaz de incapacitar equipamentos eletrônicos do adversário e operar junto com enxames de drones, de acordo com uma revista chinesa da indústria de defesa.

    O artigo, publicado pela revista militar Ordnance Industry Science Technology, revela que é esperado que o caça de quinta geração consiga realizar mais tarefas à medida que a tecnologia evolui e um segundo tripulante seria necessário para executar algumas dessas funções, escreve o jornal South China Morning Post.

    "O surgimento da versão de dois lugares do J-20 ocorre porque a missão do J-20 se diversificou e a China precisa de um caça mais capaz", escreve a revista militar. Informa-se ainda que a dita versão da aeronave seria equipada com aparelhos eletrônicos mais avançados em comparação com outros aviões chineses de dois lugares.

    Caça furtivo chinês J-20
    Caça furtivo chinês J-20

    A revista nota que "seria facílimo para o J-20 executar tarefas [de interferência eletrônica] graças a sua potente capacidade de fornecimento de energia, radar de controle de tiros e sistema de aviônicos integrado".

    "Podemos imaginar que o piloto dianteiro será responsável por pilotar a aeronave, enquanto o piloto sentado atrás estará encarregado de controlar a plataforma de interferência eletrônica, tornando o J-20 um pesadelo para o equipamento eletrônico do inimigo."

    Além disso, o segundo membro da tripulação poderia controlar uma frota de veículos aéreos não tripulados.

    "Os drones poderiam fazer [o papel] de isca a fim de atrair aviões inimigos ou aeronaves furtivas […] eles também podem coletar dados de inteligência, realizar ataques contra sistemas de defesa antiaérea e ganhar superioridade aérea", conclui o artigo.

    O J-20 foi revelado pela primeira vez em novembro de 2016, quando dois caças voaram em formação durante um show aéreo na China.

    Caça J-20, também conhecido como Mighty Dragon (Dragão Poderoso), é um caça furtivo que pode operar em quaisquer condições climáticas e possui capacidade de realizar ataques de precisão que entrou em serviço em 2017.

    Mais:

    Destróier dos EUA teria gravado pouso de caça J-15 em porta-aviões chinês Liaoning (VÍDEO)
    Superioridade aérea: China eleva significativamente capacidades do caça J-11, diz mídia
    EUA enviam 8 caças F-35B ao Reino Unido antes de porta-aviões britânico partir para o Leste Asiático
    Tags:
    guerra eletrônica, tecnologia militar, China, caças de quinta geração, caça
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar