20:51 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7461
    Nos siga no

    Tripulação de um cruzador russo realizará uma série de exercícios de combate naval, bem como manobras conjuntas com navios da Frota do Mar Negro e helicópteros das forças de Aviação Naval e de Defesa Aérea.

    O cruzador de mísseis russo Moskva conduzirá exercícios de fogo real no mar Negro, para onde um barco-patrulha dos Estados Unidos está se dirigindo atualmente, informou a assessoria de imprensa da Frota do Mar Negro.

    A tripulação realizará uma série de exercícios de combate naval com fogo real, bem como manobras conjuntas com navios da Frota do Mar Negro e helicópteros das forças de Aviação Naval e de Defesa Aérea.

    Marinheiros da Frota do Mar Negro em Sevastopol subindo a bordo do cruzador de mísseis Moskva
    © Sputnik / Vitaly Ankov
    Marinheiros da Frota do Mar Negro em Sevastopol subindo a bordo do cruzador de mísseis Moskva

    No âmbito dos exercícios, a tripulação da embarcação praticará "o algoritmo de ações" para a utilização do sistema de mísseis principal do navio, enquanto efetuará "fogo antiaéreo e de artilharia contra um alvo marítimo imitando um navio inimigo", especificou a assessoria de imprensa.

    O barco de patrulha da classe Hamilton da Guarda Costeira dos Estados Unidos foi enviado ao mar Negro, de acordo com tweet da 6ª Frota da Marinha dos EUA. O barco norte-americano deverá trabalhar com aliados da OTAN e parceiros na região.

    ​​URGENTE: barco [da classe] Hamilton da Guarda Costeira dos EUA inicia seu trânsito nos estreitos do norte para o mar Negro, após ter trabalhado com o USS Roosevelt da Marinha dos EUA no mar Egeu. Hamilton vai estar trabalhando com os aliados da OTAN e os parceiros na região.

    Os Ministérios das Relações Exteriores e da Defesa da Rússia consideram as ações ocidentais provocativas, e pontuam o aumento da presença militar perto das fronteiras meridionais e ocidentais russas. Em 24 de abril, a Rússia suspendeu a navegação de navios de guerra e outras embarcações estrangeiras em três áreas do mar Negro por seis meses, ou seja, até 31 de outubro. 

    Por razões de segurança, a zona marítima onde ocorrerão as manobras permanecerá fechada à navegação.

    Mais:

    Rússia acompanha com atenção envio de tropas dos EUA para exercícios militares na Europa
    Militares dos EUA pediram maior acesso a informações de inteligência sobre Rússia e China, diz mídia
    Cruzador de mísseis modernizado Admiral Nakhimov poderá afundar qualquer navio, avança NI
    Tags:
    Mar Negro, EUA, frota marítima, patrulha, Cruzador Moskva, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar