23:41 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    13829
    Nos siga no

    A revista polonesa Gazeta Polska escreve que a Rússia teria a intenção de entrar em conflito armado com países da OTAN.

    A edição afirma que Moscou "não exclui o uso das armas mais letais" para neutralizar as forças implantadas no flanco leste da Aliança Atlântica.

    "Pode-se supor que o ataque [...] seria conduzido da região de Kaliningrado. A posição estratégica e a diversidade dos tipos de armas ali implantadas garantiriam o sucesso da Rússia nas primeiras horas de uma guerra hipotética", aponta artigo.

    Não é a primeira vez que surgem este tipo de declarações de uma "ameaça russa" feitas por países da OTAN. Moscou tem repetidamente salientado que a Rússia não tem qualquer intenção de atacar nenhum país da Aliança Atlântica.

    Soldados da Marinha do Reino Unido mostram métodos de combate durante exercícios da OTAN
    © AFP 2021 / CLAUS FISKER / SCANPIX DENMARK
    Soldados da Marinha do Reino Unido mostram métodos de combate durante exercícios da OTAN

    No início de fevereiro, o chefe do Comando Estratégico dos EUA (STRATCOM), almirante Charles A. Richard, ponderou a possibilidade de um conflito regional com a Rússia ou a China se transformar em um conflito que envolvesse o uso de armas nucleares.

    Pentágono havia afirmado que Moscou representa ameaça para todos os membros da OTAN.

    Vladimir Dzhabarov, vice-presidente do Comitê de Assuntos Internacionais do Conselho da Federação da Rússia, comentou, por sua vez, que um oficial militar teria medo de imaginar tal cenário "mesmo em um pesadelo".

    Esta opinião foi compartilhada pelo embaixador russo nos EUA, Anatoly Antonov, que observou que as ideias sobre guerra nuclear "andam apenas na cabeça de políticos anormais".

    Mais:

    Ministra da Defesa alemã justifica elevados gastos militares com ameaça russa 'mais explícita'
    Documento revela que EUA investirão US$ 100 milhões na construção de armazéns de munições na Polônia
    Alemanha é localização 'altamente valorizada' para tropas dos EUA, afirma chefe do Pentágono
    Tags:
    Polônia, conflito armado, armas nucleares, guerra nuclear, Rússia, aliança militar, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar