14:20 08 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    31135
    Nos siga no

    Ministério da Defesa sueco publicou vários vídeos no canal das Forças Armadas da Suécia no YouTube intitulados "Quando a guerra começar", onde mostrou a Rússia como adversária potencial em conflitos futuros.

    O Ministério divulgou cinco vídeos de guerra potencial intitulados "Futuro incerto", "Zona cinzenta", "Campo de combate futuro", "A proteção geral" e "O que se deve proteger?". Os autores prestaram atenção no problema do aquecimento global. A consequência principal seria o crescimento de interesse no Ártico e no oceano Ártico, que levaria a confronto das potências principais pelas capacidades árticas como corredor de transporte e fonte de recursos minerais.

    Os militares consideram que o conflito referido vai afetar a Suécia, embora o reino europeu não tenha acesso ao oceano Ártico.

    Dividindo o ringue de combate em parceiros e adversários, os militares suecos nomearam os Estados Unidos como possíveis aliados de Estocolmo. Do outro lado da moeda, estariam Rússia e a China, como adversárias.

    Entretanto, nestes vídeos nada se afirma diretamente. Em vez disso, os autores fazem referências ao confronto antigo entre os EUA e a União Soviética e outras dicas indiretas.

    Recentemente, o ministro da Defesa da Suécia, Peter Hultqvist, disse que ficar fora da OTAN continua sendo a melhor opção de segurança para o país, mesmo "com a Rússia sendo cada vez mais assertiva". Por sua vez, Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que as "fobias antirrussas" são "o resultado da pressão externa sobre Estocolmo".

    Mais:

    Suécia revisa orientação e passa a recomendar o uso de máscara nos transportes públicos
    CEO da Ericsson teria feito lobby para derrubar banimento da Huawei na Suécia
    Iraque processa EUA na Suécia por uso de urânio empobrecido durante invasões do país
    Tags:
    defesa, Rússia, guerra, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar