18:47 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3223
    Nos siga no

    O ministro da Defesa da Suécia, Peter Hultqvist, disse que ficar fora da OTAN continua sendo a melhor opção de segurança para o país, mesmo com a Rússia cada vez mais assertiva, publicou a Bloomberg.

    A solicitação de adesão da Suécia à OTAN "afetaria toda a arquitetura da política de segurança em nossa parte da Europa", afirmou Hultqvist, ressaltando que "acima de tudo, isso coloca uma pressão muito forte sobre a Finlândia, que tem uma extensa fronteira com a Rússia". A Finlândia também não faz parte da OTAN.

    No mês passado, os legisladores suecos aprovaram o maior aumento nos gastos militares em 70 anos, porém, em porcentagem do Produto Interno Bruto (PIB), estas despesas ficam aquém da meta de 2% da OTAN.

    Ainda assim, a maioria no Parlamento está expressando apoio para ter a opção de se juntar à aliança, e agora os suecos se encontram igualmente divididos em relação à questão.

    Segundo uma pesquisa realizada no mês passado pelo Instituto Ipsos para o jornal Dagens Nyheter e publicada nesta segunda-feira (11), a oposição pública à adesão à OTAN baixou três pontos percentuais e chegou a 35%, o nível mais baixo desde, pelo menos, dezembro de 2014. O número de defensores aumentou na mesma margem para 33%, enquanto os indecisos representam 32%.

    Fuzileiros navais dos EUA na Noruega participam dos exercícios Cold Response
    Fuzileiros navais dos EUA na Noruega participam dos exercícios Cold Response
    "O que buscamos é a estabilidade e a previsibilidade. Por isso, acreditamos que as doutrinas fundamentais da política de segurança não devem ser alteradas. E é por isso que optamos por construir capacidade militar nacional, com base no não alinhamento em cooperação com outros países", explicou o ministro da Defesa.

    Em dezembro, o partido dos Democratas Suecos (SD) juntou-se a outros partidos da oposição para apoiar a opção de aderir à OTAN rapidamente, se necessário, mesmo que não estivesse pronto para apoiar a adesão real.

    Em resposta a iniciativa legislativa da Suécia, Maria Zakharova, a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússiam disse que as "fobias antirrussas" são "o resultado da pressão externa sobre Estocolmo, em particular, por parte da OTAN".

    Suécia realiza regularmente exercícios com seus parceiros da OTAN, incluindo exercícios no Leste Europeu ao longo das fronteiras ocidentais da Rússia.

    Mais:

    Capacidades avançadas do caça Su-57 podem ser 'verdadeira ameaça' para OTAN, escreve mídia
    Moscou: aumento da atividade da OTAN perto das fronteiras russas pode resultar em 'incidente sério'
    Rússia não é 'ameaça direta' para OTAN, afirma Stoltenberg
    Tags:
    Maria Zakharova, Rússia, fronteiras russas, Suécia, EUA, aliança militar, adesão à OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar