04:27 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    7748
    Nos siga no

    Submarinos da Marinha dos EUA podem em breve operar a partir de uma base naval na Noruega, construída debaixo de uma montanha.

    Relatos sobre a reabertura das instalações outrora secretas surgem em meio a preocupações com o aumento das atividades de submarinos russos no mar de Barents e na região do Ártico, aponta portal The Drive.

    No entanto, na mesma zona, também foi registrado aumento significativo de atividades militares dos EUA, incluindo a raríssima visita pública a um porto na Noruega de um submarino USS Seawolf da Marinha norte-americana.

    Recentemente, a emissora estatal norueguesa NRK relatou a potencial reabertura da antiga base da Marinha Real da Noruega em Olavsvern para submarinos americanos.

    Operações navais norueguesas na instalação em questão chegaram ao fim em 2002, com desativação da base em 2009. Atualmente, as referidas instalações pertencem e são operadas por entidades privadas.

    ​Noruega reabre bunker subterrâneo para ser usado por submarinos dos EUA. O complexo de Olavsvern escondido em uma montanha perto de Tromso inclui docas subterrâneas de águas profundas.

    Segundo a emissora norueguesa, oficiais militares americanos visitaram recentemente várias vezes a base naval, e um acordo de aluguel para Marinha dos EUA começar a operar pode ser assinado na próxima semana. Vale destacar que a antiga base está situada a menos de 480 quilômetros da fronteira com a Rússia.

    Olavsvern oferece aos militares dos EUA não só base naval para que os submarinos americanos possam operar a partir desta parte do mundo estratégica, mas instalações robustas de quase três mil metros quadrados de docas em águas profundas, incluindo docas secas para a manutenção, escondidas debaixo da montanha.

    Na terça-feira (13), o vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, declarou que os países-membros da OTAN, incluindo os EUA, usam vários métodos para tentar limitar as atividades russas no Ártico.

    Mais:

    Submarino nuclear russo Orel atinge alvo durante exercícios no mar de Barents
    EUA não estão preparados para enfrentar Rússia e China no Ártico, afirma The National Interest
    De ações militares a sanções: Rússia revela como OTAN tenta limitar sua atividade no Ártico
    Tags:
    EUA, operações militares, Mar de Barents, Ártico, Rússia, OTAN, Noruega, base naval
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar