07:07 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3341
    Nos siga no

    Mídia russa desseca características do novo sistema de implantação de minas russo Zemledelie, que supera em muito sistemas semelhantes anteriores.

    O novo armamento russo foi apresentado ao público pela primeira vez na Parada dos 75 anos da Vitória na Grande Guerra pela Pátria em Moscou, em 24 de junho passado.

    Embora ainda esteja em fase de testes, o sistema Zemledelie já supera em muito o sistema anterior, desenvolvido na União Soviética na década de 70, publicou o portal Armeisky Standart.

    A baixa precisão do sistema soviético anterior de implantação de campos minados, criado com base nos sistemas Uragan e Grad, não agradava os militares do país.

    Somente em 2013 os engenheiros voltaram ao projeto de desenvolvimento de um novo equipamento para instalação de campos minados.

    A razão foi o aumento da necessidade de implantar minas à distância. Tal tarefa hoje é executada por veículos universais instaladores de minas, na base do caminhão ZIL-131.

    Sistema de lançamento de minas Zemledelie durante ensaio da parada dos 75 anos da Vitória em Moscou
    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Sistema de lançamento de minas Zemledelie durante ensaio da parada dos 75 anos da Vitória em Moscou

    No entanto, o alcance do armamento não passa dos 120 metros, o expondo ao inimigo, problema que também se verifica no uso do sistema lança-minas VSM-1, feito na base do helicóptero Mi-8.

    Novas soluções

    O novo sistema Zemledelie é composto por dois veículos, sendo um lançador de minas e outro municiador.

    As minas são lançadas de 50 tubos de 122 milímetros e podem cair a uma distância de entre cinco e 15 quilômetros, ou seja, o alcance do armamento é muito maior. Seu carregamento dura poucos minutos.

    Diferentes dos sistemas lançadores múltiplos de foguetes Uragan e Grad, as minas não explodem ao tocar no solo, mas acabam formando um campo minado antitanque ou antipessoal, dependendo das minas lançadas.

    Lançador múltiplo de foguetes Grad é mostrado durante o fórum militar EXÉRCITO 2018
    © Sputnik / Ekaterina Nenakhova
    Lançador múltiplo de foguetes Grad é mostrado durante o fórum militar EXÉRCITO 2018

    Além disso, o sistema automatizado determina as coordenadas do território, configura sua munição, podendo ligar o modo de autodetonação das minas.

    Após a criação do campo minado, o sistema memoriza o território em mapas digitais, sendo tais dados transmitidos posteriormente ao comando.

    O sistema também conta com uma estação meteorológica automatizada, capaz de calcular as condições climáticas para o melhor desempenho do armamento.

    Enquanto isso, os veículos possuem tração nas oito rodas e grande capacidade de carga.

    Mais:

    Rússia desenvolverá sistema de artilharia antiaérea robotizado para combater drones, aponta revista
    Maduro anuncia mobilização da artilharia para 'lutar pela paz'
    Militares russos recebem 1º lote de artilharia autopropulsada modernizada MSTA-S
    Tags:
    campo minado, Rússia, indústria de defesa, mina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar