09:32 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6242
    Nos siga no

    Recentemente a Sérvia recebeu da China um lote de drones de reconhecimento armados CH-92A e mísseis FT-8C, sendo esta a primeira vez que Pequim exporta equipamento de aviação de uso militar para um país europeu.

    Os drones deverão se tornar umas das armas mais avançadas no arsenal sérvio, sendo que as aeronaves não tripuladas economicamente eficientes podem realizar missões de reconhecimento tático, aquisição de alvos com precisão, ataque ao solo e patrulhamento, afirmam especialistas militares chineses, avança o portal Global Times.

    De acordo com o Ministério da Defesa sérvio, o presidente do país balcânico, Aleksandar Vucic, inspecionou os drones.

    O lote fornecido pela China era composto por nove drones militares CH-92A e 18 mísseis ar-terra FT-8C. Segundo informações, espera-se que a Sérvia compre mais 15 drones em futuras aquisições.

    Os veículos aéreos não tripulados foram desenvolvidos pela Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China (CASC, na sigla em inglês). Os CH-92A têm um raio de ação de mais de 250 quilômetros, atingem um teto máximo de 5.000 metros e uma velocidade máxima de 200 km/h. Além disso, os drones podem ser armados com dois mísseis, incluindo o FT-8C, capaz de atingir alvos a 9 km de distância.

    Segundo especialista militar de Pequim Wei Dongxu, os referidos drones são a melhor opção para a Sérvia devido a sua elevada eficiência econômica.

    Mais:

    OTAN testa drone de vigilância RQ-4D sobre mar Mediterrâneo
    Base aérea dos EUA passa por modernização para 'abrigar' novo drone RQ-180 (FOTOS)
    Força Aérea dos EUA planeja converter toda frota de caças F-16 em drones
    Tags:
    Europa, equipamento militar, Aleksandar Vucic, China, avião de reconhecimento, drone, Ministério da Defesa da Sérvia, Sérvia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar