21:53 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5371
    Nos siga no

    O canhão autopropulsado 2S7M Malka do Exército russo adquiriu novos componentes e passou por testes bem-sucedidos, segundo fabricante.

    A modernização visou a melhoria da mobilidade do armamento, assim como de sua manobrabilidade e sistema de comando.

    Para isso, as caixas de transmissão, mecanismo de distribuição e sistema de fornecimento de energia importados foram substituídos por componentes nacionais.

    Também os equipamentos de vigilância, comunicação e a estação de rádio foram atualizados, segundo o consórcio Uralvagonzavod, fabricante do obus autopropulsado 2S7M Malka.

    A primeira unidade modernizada do obus, o qual não possui torre, passou por um ciclo de testes bem sucedidos e está pronta para entrega aos militares russos.

    Obus autopropulsado 2S7M Malka no fórum militar EXÉRCITO 2019 no polígono de Alabino, Rússia
    © Sputnik / Valery Melnikov
    Obus autopropulsado 2S7M Malka no fórum militar EXÉRCITO 2019 no polígono de Alabino, Rússia

    Supercanhão

    O 2S7M Malka é a versão modernizada do 2S7 Pion, desenvolvido no final da Guerra Fria e, com seu canhão de 203 mm, é até hoje considerado como uma das peças de artilharia mais poderosas do mundo.

    Seus projéteis podem destruir alvos fortificados e instalações do inimigo localizados além da linha de frente, no interior do território adversário.

    Mais:

    VÍDEO mostra novo teste de canhão de longo alcance do Exército dos EUA
    EUA devem receber canhão de plasma de fusão nuclear em 2020
    Rússia está modernizando canhão do tanque T-14 Armata
    Tags:
    Exército da Rússia, 2S7M Malka, 2S7 Pion, canhão, artilharia, obus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar