03:02 21 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    655
    Nos siga no

    No fim do ano passado, o tanque britânico Challenger 2 passou por testes e recebeu capacidades semelhantes às do caça de quinta geração F-35.

    Em dezembro de 2019, as tropas terrestres do Reino Unido realizaram testes de uma das modificações do tanque Challenger 2 (Streetfighter II) no centro de treinos de guerra urbana do polígono militar de Salisbury, Inglaterra, informa a revista Jane's Defence Weekly.

    O Exército britânico mostrou recentemente o novo conceito do tanque de guerra principal Challenger 2 para operações urbanas - Streetfighter II

    As diferenças principais: Iron Vision de produção israelense, ATGM [míssil anticarro] Brimstone, morteiro de 60 mm, Blade.

    Segundo a imagem, eles fizeram um pelotão de StreetFighter para ensaios

    A revista britânica sublinha que o tanque para guerra urbana Streetfighter II recebeu um sistema de sensores infravermelhos e eletro-ópticos distribuídos pelo corpo do blindado IronVision, da empresa israelense Elbit Systems, que permite projetar a situação operacional em torno do veículo de combate na viseira do capacete do tanquista.

    A edição The Drive refere que essas capacidades do Streetfighter II são parecidas às capacidades do sistema de abertura distribuída eletro-óptica AN/AAQ-37 (Distributed Aperture System, DAS) do caça de quinta geração F-35 Lightning II.

    O Challenger 2 é o tanque de guerra principal das tropas terrestres do Reino Unido. O tanque é equipado com um canhão estriado de 120 mm, computador digital de controle de tiro, telêmetro a laser com alcance de 10 km, capacidade de visão noturna e intensificador passivo de imagem para o condutor.

    Mais:

    Tanque T-90M deve integrar em breve a linha de frente do Exército russo
    VÍDEO mostra tanque T-62 resistindo a míssil na Síria
    VÍDEO surpreendente mostra tanque T-72 em ação na Índia
    Tags:
    Challenger 2, Reino Unido, tanques, tanque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar